Archive for Curiosidade

COMO TER A PERCEPÇÃO TÃO AGUÇADA QUANTO JASON BOURNE

MATT DAMON INTERPRETANDO JASON BOURNE

A habilidade de perceber e mapear o ambiente ao seu redor podendo prever situações parece coisa de super agentes, mas não é. Todos nós temos o que a psicologia chama de “consciência situacional”. Duvida? Faça o teste: quando você está dirigindo consegue prever os movimentos dos outros carros e até de pedestres. Se não fosse assim, os acidentes seriam bem mais frequentes.

Usamos a consciência situacional o tempo todo. Agora mesmo enquanto está lendo, você é capaz de recriar o ambiente ao seu redor na sua mente. Jason Bourne, do filme A Identidade Bourne, é perfeito nessa habilidade – e todos também podem ser com um pouco de treino. Kate McKay, colunista do site Art Of Manliness, estudou o assunto por meses e apresenta algumas formas de desenvolver essa técnica.

A consciência situacional funciona como o “sentido aranha”, conseguimos perceber o ambiente ao redor e prever situações subsequentes. A principal forma de melhorar essa habilidade é através do Ciclo de Boyd, criado pelo ex-piloto do exército americano John Boyd e usado até hoje no treinamento de novos soldados. O ciclo é composto por quatro elementos: observação, orientação, decisão e ação. Basicamente é preciso ser rápido nos itens observação e orientação para tomar decisões e, então, agir.

Posição e observação
Para melhorar a observação é necessário posicionamento adequado. Tente ter uma visão periférica do ambiente ao seu redor. Não fique atrás de pilastras ou de outros objetos que possam interferir na sua vista. Outra dica é se certificar que não existe nada de ameaçador atrás de você. Nesse caso ficar encostado na parede é uma boa ideia. Então, sempre que você entrar em algum novo ambiente, se posicione para obter o maior número de informações visuais possível.

Seja um mestre da memorização
Outra atividade divertida que vai ajudar a melhorar a sua consciência situacional é exercitar sua memória. Obter essa habilidade é bem simples e você pode desenvolvê-la brincando: jogo da memória ou decorar sequências de cartas de um baralho são boas dicas. Bourne sabia de cor todas as placas de carro que passavam por ele. Sempre que estiver em um ambiente novo, memorize pontos de fuga importantes, pode ser bastante útil em um situação de perigo.

Atenção e orientação
A observação sozinha não é suficiente para dominar a consciência situacional. Você tem que saber o que está procurando, e em seguida, colocar essa informação em contexto para que faça sentido. É aí que a orientação entra em jogo. Você deve ler o ambiente e não apenas observá-lo. Crie possibilidades. Nossa incapacidade de prestar atenção a tudo ao mesmo tempo faz com que seja impossível obter a consciência situacional completa. Por isso devemos nos concentrar nas possibilidades de perigo que podem acontecer. Você está preparado para algo de estranho?

Pratique sua consciência situacional
Você deve cultivar a consciência situacional com frequência, até chegar o ponto em que estará praticando sem perceber. A partir de hoje, sempre que entrar em algum lugar, lembre de observar todos os pontos de entrada e saída. Imagine situações. E, em seguida, pense em planos de ação para o que você faria nesses casos específicos. Não seja paranóico, apenas consciente. Faça isso dia após dia e a consciência situacional vai se tornar natural e, logo, você estará agindo como Jason Bourne.

Anúncios

Este veneno destrói os ossos, e há pessoas que o bebem todos os dias!

A maioria das pessoas não sabe, e nem imagina, o mal que nos faz este veneno, que até os ossos nos destrói, e é consumido diariamente por imensa gente por todo o mundo. Conhece os seus efeitos no corpo humano.

image

O que acontece quando se consome uma bebida à base de cola? A maioria das pessoas provavelmente não perde muito tempo pensando a respeito, mas a verdade é que esta bebida deliciosamente doce e levemente gaseificada tem impactos consideráveis sobre o corpo, impactos que o farmacêutico West Conner resumiu em seu blog como um alerta:

Os primeiros 10 minutos

10 colheres de chá de açúcar são injetadas no seu corpo (o equivalente a 100% do consumo diário recomendado). Você só não vomita imediatamente porque o ácido fosfórico mascara o sabor intensamente doce.

Depois de 20 minutos

O nível de açúcar no seu sangue dispara, o que causa a liberação imediata de insulina. O seu fígado então entra imediatamente em ação, convertendo o açúcar circulando pelo corpo em gordura.

Depois de 40 minutos

Passados 40 minutos, a cafeína presente na bebida já foi completamente absorvida pelo organismo. Suas pupilas começam a dilatar, a pressão arterial sobe e o fígado responde injetando ainda mais açúcar na sua circulação. Os receptores de adenosina no seu cérebro agora estão bloqueados, e por isso você não sente cansaço.

Depois de 45 minutos

O seu corpo libera ainda mais dopamina. A dopamina, da mesma forma que a heroína, estimula o centro de prazer do cérebro.

Aos 60 minutos

O ácido fosfórico ajuda a concentrar o cálcio, magnésio e o zinco no seu trato intestinal, o que acelera ainda mais o seu metabolismo. Este processo é ainda reforçado pelas doses cavalares de açúcar e os adoçantes artificiais que forçam a excreção de cálcio na urina.

Após 60 minutos

As propriedades diuréticas da cafeína começam a fazer efeito (o que basicamente faz você correr para o banheiro). Todo o cálcio, magnésio e zinco que deveriam ir para os seus ossos são excretados, assim como o sódio, os eletrólitos e a água.

Um pouco depois de 60 minutos

Quando a euforia finalmente passa, vem a hipoglicemia. Você se sente irritado e lento. Você perdeu toda a água contida na bebida de cola. E com ela se foram todos os nutrientes tão importantes para o bom funcionamento do seu corpo. Nutrientes que poderiam ter hidratado o seu corpo ou fortalecido os seus dentes e ossos. E para piorar, as chances de você desenvolver diabetes e ter de usar uma bomba de insulina como a da foto aumentam.

A maioria das pessoas não sabe quais são os efeitos nocivos dos refrigerantes de cola. Por isso é tão importante que o maior número possível de pessoas tenha acesso a essas informações. Então, partilhe isto com todas as pessoas que você conhece.

Bem vindo ao futuro!

Hoje é o dia do De Volta para o Futuro

Hoje, dia 21 de Outubro de 2015, é o dia em que Marty McFly chega ao futuro no clássico De Volta para o Futuro II. Quando eu assisti o filme em 1989, eu fiquei encantada com a possibilidade de que no “no futuro”, nós teríamos carros voadores, skates flutuantes, roupas autossecantes e tênis que se amarram sozinhos! Em 1989, 2015 parecia estar tão distante! Os criadores do filme, evidentemente, não tinham qualquer compromisso com a realidade, não estavam tentando fazer qualquer previsão de como realmente seria o mundo 26 anos depois. Contudo, De Volta para o Futuro não foi o primeiro, nem o único filme a arriscar palpites de como a vida seria décadas para frente. De Blade Runner a Jogos Vorazes, a fantasia do cinema nos permite imaginar o que será que o futuro nos trará, o que será de nós nesse mundo que está sempre mudando.

Não raro, ou quase sempre, esses filmes (e livros) erram feio! Infelizmente, o mundo high-tech de De Volta para o Futuro II não é a nossa realidade em 2015 (quem sabe em mais 26 anos?!). Felizmente, por outro lado, não vivemos em um futuro negro como em Blade Runner ou o O livro de Eli.

Mas onde eu quero chegar com essa conversa?! Meu assunto aqui é planejamento de vida, é claro! Assim como autores, roteiristas e diretores de cinema acabam errando feio em suas previsões para o futuro, nós também fazemos o mesmo em nossas vidas!

Mas por quê? Falta de visão, falta de perspectiva! Muitos livros e filmes dos anos 70 e 80 retrataram futuros que seus autores realmente imaginaram que se tornariam realidade. Em 1985, achávamos que no “ano 2000” estaríamos saindo do planeta com naves espaciais, fazendo turismo para Marte e a Lua!

Como você vê a sua vida em 25, 30 anos? Muita gente responde que “não vê”! Pensar no ano seguinte já é difícil, imaginar 10, 20 30 anos para frente é algo digno de ficção científica. Mas pensar no longo prazo é importante. Não em termos de fazermos previsões bobinhas sobre como achamos que o mundo será (será provavelmente muito parecido com o presente e não teremos nada muito “fora da casinha” em termos de tecnologia além de, talvez, melhores telefones!), mas como pretendemos estar vivendo.

Pensar no longuíssimo prazo é muito mais fácil do que as pessoas imaginam! Não é uma questão de tentar “adivinhar” eventos que vão acontecer, pois as “coisas que acontecem” em nossas vidas geralmente não impactam o quadro maior de responsabilidades e direcionamento que já temos no presente. Olhar para as fases da vida já nos dá uma boa ideia do que está por vir, principalmente em termos de desafios pessoais (menopausa, aposentadoria, maiores cuidados com a saúde, filhos na faculdade, netos, etc.). Estar preparado para eventos claramente previsíveis é muito mais importante do que ficar sonhando acordado com coisas mirabolantes que provavelmente nunca vão acontecer.

Ao pensarmos em nossas vidas no longo prazo, precisamos nos desvencilhar desses “sonhos mirabolantes” e colocar os pés no chão. Se algo muito diferente acontecer, isso deverá ocorrer dentro de nossas vidas já muito bem estruturadas. É assim que pessoas bem sucedidas constroem suas vidas, com os pés no chão, pensando no longo prazo, mesmo que sem detalhes especulatórios que no fundo são irrelevantes. A construção de sonhos deve ser “estratégica”, não filosófica!

Ao pensarmos no futuro como um mundo de fantasia como em De Volta para o Futuro, nós perdemos o foco da responsabilidade que temos sobre a construção de nossas vidas. Temos a impressão de que “no futuro, tudo pode acontecer” e se “tudo pode acontecer”, nós somos impotentes e nada podemos fazer. A realidade é que o futuro (hoje) é o resultado de uma equação que nós mesmos criamos no passado. Hoje, nós não vivemos em uma realidade inimaginável em nosso próprio passado. Sim, eventos ocorreram que não poderíamos prever, mas, em sua maior parte, esses acontecimentos não afetaram o que já estávamos construindo para nós mesmos. Não há qualquer razão para pensarmos que daqui para frente, o processo será diferente.

O desafio então é parar para pensar em sua vida no longo prazo com realismo, sem envolver elucubrações sobre “o futuro do mundo”. O que quer que aconteça em termos de novas tecnologias e desafios para a humanidade, a nossa geração ainda enfrentará os mesmos desafios da anterior: ficaremos mais velhos, precisaremos cuidar mais da saúde, precisaremos nos sustentar quando não mais pudermos trabalhar, quem ainda tem filhos pequenos precisa se estruturar para “terminar a tarefa”, enfim, nada muito fora da casinha. Surpreendentemente, os problemas que as pessoas geralmente enfrentam estão relacionados à falta de preparação para lidar com esses desafios absolutamente previsíveis.

Fonte: Sonhos Estratégicos

Este é o efeito que um beijo de língua produz no cérebro

image

Ato íntimo desperta neurotransmissores que levam ao otimismo, mas também à raiva

Dá-me um beijo

Como funciona o cérebro de uma pessoa  apaixonada.

O beijo erótico, esse que provoca sensações conflitantes (calafrios–calor) e acelera o coração, esconde um complexo mecanismo. Um processo que começa nos lábios, a região do corpo que, apesar de suas dimensões reduzidas, é junto com a ponta dos dedos a de maior densidade de terminações nervosas, ou seja, em seu interior há múltiplos receptores com grande capacidade para perceber, explorar e transmitir informações para o cérebro. “Nos lábios se nota com muita precisão a temperatura corporal da outra pessoa, o tônus muscular e até o estado de seu sistema imunológico por meio dos anticorpos e outras proteínas desse sistema. Além disso, durante o beijo, especialmente o de língua, há um importante intercâmbio de saliva, que faz que o homem passe testosterona para a mulher e aja como uma espécie de afrodisíaco que ativa a receptividade sexual da mulher. Quando toda a informação chega ao cérebro, ele avalia se lhe agrada ou não, se o rejeita ou o aceita”, explica David Bueno i Torrens, biólogo e pesquisador de genética na Universidade de Barcelona.

Atração pelo olfato

Os feromônios são hormônios liberados pela pele e influem na atração sexual e, como consequência, no acasalamento. Sua presença nos humanos já foi discutida. Há estudos que dizem que sim, existem. Um deles, publicado na revista Science, mostra que os homens que sentem o cheiro das lágrimas de uma mulher têm redução do apetite sexual. E outro mais recente, publicado na revista Current Biology, mostra que o nariz consegue detectar essas emanações corporais até quando pensamos que não estamos cheirando nada no nível consciente. “Atualmente há a concordância majoritária de que existem receptores na parte mais interna do nariz que as detecta, embora a pessoa não saiba”, afirma o biólogo David Bueno i Torrens, da Universidade de Barcelona.
O beijo serve então como um primeiro exame do outro, um exame do qual não somos conscientes. Isso é confirmado por pesquisa da Universidade de Oxford, realizada por Rafael Wlodarski e Robin Dunbar, que sugere que ele ajuda a analisar a adequação do casal. Também a cientista Sheril Kirshenbaum, da Universidade do Texas, uma das maiores especialistas no tema e autora do livro A Ciência do Beijo (Martins Fontes), junta dados interessantes, como por exemplo que as mulheres se sentem atraídas pelo cheiro dos homens com código genético diferente do seu porque, dessa forma, asseguram melhor prole.

Mas nem tudo é química. A experiência prévia da pessoa ocupa lugar relevante no processo: “As interações de hormônios no cérebro dependem também da experiência prévia da pessoa em suas relações sociais, mesmo que não perceba. Há estudos com ratos que comprovam que quando um macho é recusado pelas fêmeas, dá mais trabalho para se reaproximar delas. Outro exemplo da importância da experiência prévia é que quando se beija uma pessoa conhecida, as reações químicas são diferentes de quando o sujeito é desconhecido”, diz o biólogo.

Uma cascata de hormônios

Quando o cérebro, depois de analisar toda essa informação delicada, diz sim, em décimos de segundo começa a segregar uma série de neurotransmissores (substâncias químicas que fazem a comunicação entre neurônios), e os protagonistas do beijo começam a perceber seus efeitos. “O que notamos de todas estas reações químicas depende do tipo de neurotransmissor, da porcentagem ou balanço entre eles e dos neurônios sobre os quais atuam”, indica David Bueno. Quer dizer, dependendo de qual deles predomine, sentiremos alguns efeitos ou outros. O especialista descreve quatro neurotransmissores básicos despertados pelo beijo: dopamina, que nos faz sentir prazer e bem-estar; serotonina, com a qual sentimos excitação e otimismo, embora também possa ter um efeito de raiva e agressão (“nesse caso, há a rejeição ao par”, salienta Bueno); epinefrina, que aumenta a frequência cardíaca, o tônus muscular e o suor, por isso sentimos calor e a aceleração do coração; e a oxitocina, que gera afeto e confiança.

Mas além disso, outras substâncias são liberadas, como o óxido nítrico, que relaxa os vasos sanguíneos, provocando um aumento no fluxo sanguíneo no pênis e, portanto, a ereção. Ou a feniletilamina, “uma anfetamina potente e rápida que estimula o sentimento de prazer, por isso o primeiro beijo dos adolescentes costuma ser mais intenso e apaixonado”, explica Jesús de la Gándara, chefe de Psiquiatria do Hospital Universitário de Burgos e autor do livro El Planeta de los Besos (o planeta dos beijos). O psiquiatra destaca que não acontece somente com os adolescentes. Segundo Gándara, também pode ocorrer em adultos. “A chave está em encontrar a pessoa que desperte esse neurotransmissor.”

Depois da tempestade vem a bonança
Beijar é bom. Há estudos que mostram que as pessoas que beijam vivem mais, porque tudo que há a seu redor é positivo (companhia, ajuda, apoio emocional)
Jesús de la Gándara, psiquiatra
Só que a paixão não é eterna. A química do beijo parece mudar com o passar do tempo dentro de uma mesma relação. Com isso, o amor inicial, em que tudo é energia e vitalidade, vai se desvanecendo paulatinamente e dá lugar a uma segunda etapa, mais tranquila. Para o biólogo David Bueno, a razão dessa mudança reside na saturação dos receptores do cérebro. “Passa-se para outra etapa na qual não se sente a paixão inicial, mas se está bem com essa pessoa. Embora nem todos os casais façam a passagem do primeiro estágio para o segundo”, esclarece. O psiquiatra Jesús de la Gándara destaca inclusive que há uma mudança na química cerebral: “no início da relação há grande estimulação hormonal com predomínio dos andrógenos (testosterona) e da dopamina, mas com o passar do tempo muda, com mais estímulo à vasopressina e à oxitocina; beijam-se com menos frequência e intensidade, mas de maneira mais carinhosa e estável”. Algo que parece confirmar estudo realizado na Universidade Bar llán, em Israel, que mostrou o importante papel da oxitocina, o hormônio que gera afeto, nas relações estáveis.

Não se pode esquecer que pelo beijo também dividimos enfermidades, por exemplo a mononucleose (também conhecida como doença do beijo, muito comum em adolescentes). De fato, em cada beijo de 10 segundos intercambiamos 80 milhões de bactérias, segundo pesquisa feita na Holanda. Isso significa que é ruim beijar? “Não, beijar é bom. Há estudos que mostram que as pessoas que beijam mais vivem mais, porque tudo que há à sua volta é positivo (companhia, ajuda, apoio emocional). Não fazê-lo significa que não se tem boa relação com seres humanos”, afirma o psiquiatra, que conclui que o difícil não é que beijem você, e sim ter alguém que se deixe beijar.

Fonte:

http://flip.it/yApaV

O SILÊNCIO DOS LOBOS

Pense em alguém poderoso.
Essa pessoa briga e grita como uma galinha ou olha em calmo silêncio, como um lobo?
Os lobos não gritam.
Eles têm uma aura de força e poder. Observam em silêncio.
Somente os poderosos, sejam lobos, homens ou mulheres, respondem a um ataque verbal com o silêncio.
Além disso, quem evita dizer tudo o que tem vontade, raramente se arrepende por magoar alguém com palavras ásperas e impensadas.
Exatamente por isso, o primeiro e mais óbvio sinal de poder sobre si mesmo é o silêncio em momentos críticos.
Se você está em silêncio, olhando para o problema, mostra que está pensando, sem tempo para debates fúteis.
Se for uma discussão que já deixou o terreno da razão, quem silencia e continua a trabalhar mostra que já venceu, mesmo quando o outro lado insiste em gritar a sua derrota.
Olhe… sorria… silencie… vá em frente.
a-mulher-e-o-lobo
Lembre-se de que há momentos de falar e há momentos de silenciar.
Escolha qual desses momentos é o correto, mesmo que tenha que se esforçar para isso.
Por alguma razão, provavelmente cultural, somos treinados para a (falsa) ideia de que somos obrigados a responder a todas as perguntas e reagir a todos os ataques.
Não é verdade. Você responde somente ao que quer responder e reage somente ao que quer reagir.
Você nem mesmo é obrigado a atender seu telefone pessoal.
Falar é uma escolha, não uma exigência, por mais que assim o pareça.
Você pode escolher o silêncio.
Além disso, você não terá que se arrepender por coisas ditas em momentos impensados, como defendeu Xenócrates, mais de trezentos anos antes de Cristo, ao afirmar:
“Arrependo-me de coisas que disse, mas jamais de meu silêncio.”
lobo
Responda com o silêncio, quando for necessário.
Use sorrisos, não sorrisos sarcásticos, mas reais, use o olhar, use um abraço ou use qualquer outra coisa para não ter que responder em alguns momentos.
Você verá que o silêncio pode ser a mais poderosa das respostas.
E, no momento certo, a mais compreensiva e real delas.

Artigo: Como Parar de Assistir TV: 15 Passos (com Imagens)

Como Parar de Assistir TV: 15 Passos (com Imagens)

http://pt.m.wikihow.com/Parar-de-Assistir-TV

Artigo: Dez utilidades do limão que vale a pena conhecer

Artigo: Top 10: os celulares mais vendidos de todos os tempos

Artigo: Menino de 13 anos cria negócio de US$ 200 mil e vira o CEO mais jovem do mundo

Artigo: Indiana cria “currículo honesto” para encontrar marido e faz sucesso na web

Artigo: A horta urbana mais alta do mundo que fica no topo de um prédio em Nova York

A horta urbana mais alta do mundo que fica no topo de um prédio em Nova York

http://www.hypeness.com.br/2015/01/a-maior-horta-urbana-do-mundo/

Artigo: Como seria Nova York no século XXIV?

CURIOSIDADES DO NOSSO CORPO

pés

CURIOSIDADES DO NOSSO CORPO
(algo que precisamos saber)

1. Se você estiver com a garganta doendo, aperte seu ouvido:
Pressionando os nervos do ouvido, ele vai gerar um reflexo imediato nos espasmos da garganta e alivia o desconforto

2. Para ouvir melhor utilize apenas um lado da orelha:
Se você está em um clube e não ouvir bem o que as pessoas estão dizendo, vire a cabeça e use apenas a orelha direita, uma vez que ela distingue melhor as conversações, enquanto a esquerda identifica músicas de som.

3. Para resistir à tentação de ir ao banheiro pense em sexo:
Quando não resistir à vontade de urinar e não tiver um banheiro por perto, pense em sexo. Isso vai entreter o seu cérebro e reduzirá o estresse.

4. Provoque tosses para reduzir a dor:
Um grupo de cientistas alemães descobriram que quando você espirra, aumenta a pressão no peito e coluna vertebral, inibindo, assim, dores na coluna.

5. Se você estiver com o nariz entupido:
Pressione o céu da boca e o nariz. Toque o céu da boca firmemente com um dedo, segurando o nariz abaixo das sobrancelhas. Isso permitirá que as secreções possam se mover e você volta a respirar.

6. Quando você tiver com azia, durma sobre seu lado esquerdo:
Isto cria um ângulo entre o estômago e do esófago, de modo que o ácido não pode passar para a garganta.

7. Quando um dente dói esfregue um cubo de gelo em sua mão:
Você deve passar um pedaço de gelo na área, em um “v” que tem entre o polegar e o dedo indicador contra a palma da mão. Isto reduz em 50% a dor, pois este setor está ligado aos receptores da dor da face.

8. Quando você se queimar, pressione o ferimento com um dedo:
Após a limpeza da área afetada, pressione com a mão sobre a queimadura, assim ela retornará a temperatura inicial e evitará bolhas. (Para pequenas queimaduras, apenas)

9. Quando você estiver bêbado:
Repouse a mão sobre uma mesa ou superfície estável. Se você fizer isso, seu cérebro vai recuperar o sentido de equilíbrio e evitará que tudo gire ao seu redor.

10. Ao correr, respire quando o pé esquerdo pisar o chão.
Isto irá prevenir sentimento de comichão no peito, porque se você respirar quando você coloca o pé direito, fará pressão no fígado.

11. Se sangrar o nariz, empurre com o dedo:
Se você deitar com o sangue escorrendo poderá se sufocar, por isso é melhor pressionar o dedo sobre o lado do nariz quando você tiver sangramento.

12. Para controlar o batimento cardíaco quando você está nervoso
Coloque o polegar na boca e assopre, isso irá ajudar seu coração parar de bater tão rápido a partir da respiração.

13. Para aliviar uma dor de cabeça quando você bebe água gelada:
Quando você beber algo congelado, resfria o paladar e o cérebro interpreta. Então você deve colocar a língua no céu da boca para retornar à temperatura normal.

14. Previna a falta de visão quando você está na frente do PC:
Quando você coloca seus olhos em um objeto próximo, como um computador, a vista fica cansada e não consegue enxergar direito. Por isso, feche os olhos, contraia o corpo e prenda a respiração por um momento. Então, relaxe. Remédio santo.

15. Desperte suas mãos e pés adormecidos movendo sua cabeça:
Quando você dorme, um braço ou uma mão, gire a cabeça de um lado para o outro e sentirás a dormência passar dentro de 1 minuto. Os membros superiores adormecem pela pressão sobre o pescoço. Igualmente para pernas e pés, leva alguns segundos.

16. Uma maneira fácil de prender a respiração debaixo d’água:
Antes de mergulhar, fazer respirações muitos rápidos e fortes para fazer o sangue ácido desaparecer, pois isso é que causa a falta de ar.

17. Memorize textos à noite:
Tudo o que você ler antes de dormir, o mais fácil de lembrar …

Quando alguém COMPARTILHA algum valor, Você se beneficia.
Então você tem a obrigação moral de compartilhar com os outros.

Câmera fotográfica de chocolate e que funciona de verdade.

Mau humor? Mude a situação e se divirta com estas 19 fotos

Animais são criaturinhas definitivamente espontâneas e fotogênicas. A prova disso são as imagens a seguir, com alguns bichinhos que certamente vão fazer você rir e melhorarão o seu dia. Confira as imagens abaixo e depois nos conte qual delas é a sua favorita:

1 – Aniversariante do dia

2 – Viciado em cafeína

3 – Embriagado

4 – Preparada para o verão

5 – Camponesa assustada

6 – À procura de conforto

7 – As fotos da festa ficaram ótimas

8 – Prendado

9 – Bolinhas

10 – Sorrisão

11 – Sem muito que comentar

12 – Cilada

13 – Férias de verão

14 – Nem tão fotogênico assim…

15 – As expressões dizem tudo

16 – Entalado

17 – My precious!

18 – Tédio

19 – Deu fome!

As 10 pessoas mais obesas do mundo

Atenção: Este artigo contém imagens que podem ser consideradas inadequadas para crianças.

Se você pensa que é gordo(a), olhe novamente no espelho e confira essa lista. Você não viu nada.

1-Paul Mason

Com 50 anos de idade e 444 quilos, esse inglês já foi considerado o homem mais gordo do mundo. Recentemente, ele passou por uma cirurgia bariátrica e já está com 254 quilos. Ele diz que sua dieta de 20 mil calorias por dia é que foi a culpada por ele ter chegado naquele estado, mas ele também culpa o serviço público de saúde da Grã-Bretanha, que não permitiu que ele se consultasse com um especialista quando tinha apenas 180 kg.

2-Donna Simpson

Nascida em 1967, essa estadunidense quis se tornar uma das mulheres mais gordas do mundo a partir de 2008. Seu objetivo era pesar 450 quilos. Com o passar dos anos, ela foi engordando e construiu um site, onde fãs pagavam para assisti-la comer. Em 2010, ela entrou para o Livro dos Recordes ao ser a mulher mais pesada a ter um bebê. Em agosto de 2011, ela decidiu que queria emagrecer e chegar aos 170 kg, para que possa se tornar independente novamente.

3-Manuel Uribe

O mexicano de Monterrey sofre de obesidade mórbida. Depois de ser dono de 567 kg e de não conseguir mais sair de sua cama desde 2001, Uribe conseguiu perder 180 quilos. Ele virou atração internacional depois de aparecer em um programa da rede de televisão Televisa, onde recusou uma cirurgia bariátrica na Itália. Em 2009, havia boatos de que ele havia morrido, mas eram falsos. Em fevereiro de 2012, foi registrado seu novo peso: 199 quilos.

4-Robert Earl Hughes

Durante a vida de Hughes, ele foi o ser humano mais pesado no mundo, com cerca de 486 kg. Sua obesidade era culpa de um mau funcionamento da glândula pituitária e, quando faleceu devido ao sarampo em 1958, pesava meia tonelada.

5-Kenneth Brumley

Considerado o papai de meia tonelada, Brumley era uma das pessoas mais gordas de que se têm registro. Ele passou quatro anos sem sair da cama, esperando por uma cirurgia. Quando finalmente conseguiu, bombeiros tiveram que demolir uma parede de sua casa para tirá-lo de lá.

6-Michael Hebranko

Depois de uma estadia no Hospital São Lucas, em Nova York, nos Estados Unidos, seu peso foi de 411 quilos para 90. Com uma boa dieta e exercícios físicos, ele entrou para o Guinness como a pessoa com a maior perda de peso em 1990.

7-Mayra Rosales

Um tribunal no Texas, Estados Unidos, decidiu que Mayra Rosales, com cerca de 453 kg, era pesada demais, e, por isso, inocente da acusação de assassinar seu sobrinho. Para ela, seria impossível levantar o braço para matar.

8-Jon Brower Minnoch

Pesando 635 kg, o ex motorista de táxi faleceu em 1983 devido a um grave edema. Apenas para rolá-lo na cama, eram necessárias 13 pessoas.

9-Terri Smith

A atual mulher mais pesada do mundo está em uma batalha para perder seus 317 kg depois que os médicos avisaram-na que ela poderia morrer. Ela fica confinada em seu quarto, sem poder se locomover, e depende de seu marido e de sua filha para tudo.

10-Dzhambik Khatokhov

Esse menino russo de onze anos, mais conhecido como Jambik, pesa 146 quilos e detém o recorde de criança mais gorda. Suas comidas preferidas são sorvete e mingau, e sua mãe parece não se preocupar com isso. Jambik pratica luta e faz natação cinco vezes por semana. “Eu quero ser esportista quando crescer. Melhor: um campeão olímpico. Eu gosto de ser forte”, confidencia o menino, que é famoso na Rússia e no mundo por ter ido a vários programas de TV. [Oddee]

App para achar mulheres serve de alerta sobre privacidade no Facebook

JOHN BROWNLEE
DO “CULT OF MAC”

“Cara, você tem muitos aplicativos no seu celular.”

“Bem, é o meu trabalho.”

“Qual é o seu favorito?”

“Ah, não consigo escolher. Mas quer ver um para deixá-lo arrepiado?”

Reprodução
Tela inicial do aplicativo Girls Around Me, que teve acesso revogado pelo Foursquare e foi retirado da App Store
Tela inicial do aplicativo Girls Around Me, que teve acesso revogado pelo Foursquare e foi retirado da App Store

Era o fim de um dia agradavelmente quente –29 graus em março–, e estávamos todos bebendo coquetéis no quintal do meu amigo, que era ao mesmo tempo seu fumódromo, área para beber, videira, sala de descanso e churrasqueira. Estava curtindo o anoitecer com um grupo de seis dos meus melhores amigos, e todos pareciam interessados no que eu dizia, exceto a minha namorada, que imediatamente fez uma careta.

“Girls Around Me? De novo?”, disse, repreendendo-me. “Não mostre isso a eles.”

Ela se virou para os nossos amigos, desculpando-se.

“Ele ficou obcecado com esse aplicativo. É assustador.”

Eu gaguejei e neguei, mas era verdade. Tornara-me obcecado com o Girls Around Me, um aplicativo que destila perfeitamente muitas das mais preocupantes questões relacionadas a redes sociais, privacidade e ascensão dos smartphones em um estudo de caso perfeito que qualquer um pode entender.

É um aplicativo que pode ser interpretado de diversas maneiras. É tão inocente quanto insidioso, pode provocar tanto risadas quanto lágrimas, é tanto um brinquedinho qualquer quanto algo com potencial para ser usado como ferramenta para estupradores e “stalkers”.

E, mais do que tudo, é um alerta sobre privacidade.

A única maneira de realmente explicar o Girls Around Me para as pessoas é executá-lo e mostrar-lhes como funciona, então fiz isso. Coloquei meu iPhone sobre a mesa, na frente de todos, e abri o aplicativo.

A tela inicial provocou risadas, mas resume bem o espírito do Girls Around Me: ela mostra um radar sobre uma imagem do Google Maps, do qual se saem numerosas mulheres holográficas posando como “pole dancers” em estado de nudez.

“OK, eis como o aplicativo funciona”, comecei a explicar.

O Girls Around Me é um aplicativo comum de geolocalização baseado em mapas, similar a qualquer outro app que se propõe a alertá-lo de coisas que lhe interessam em sua vizinhança imediata: festas, baladas, promoções e negócios do tipo. Quando você o executa, a primeira coisa que ele faz é descobrir onde você está e abrir um mapa centrado em sua localização. O resto da interface é bem simples: no canto superior esquerdo, há um botão que parece uma tela de radar; no direito, há um medidor de combustível (usado para financiar o modelo “freemium” do aplicativo); no inferior esquerdo, há um botão que lhe permite especificar se você está interessado em mulheres, homens ou ambos.

É quando você aperta o botão de radar que o Girls Around Me faz o que promete. Quando o pressionei, o aplicativo imediatamente entrou no modo de radar, e, após alguns poucos segundos, o mapa da nossa região estava cheio de imagens de garotas que estavam na vizinhança. Como eu mostrava o app em uma noite de sábado, havia dezenas de meninas saindo na nossa região.

Carolina Daffara/Editoria de Arte

“Espere aí… O quê? Essas meninas são prostitutas?”, perguntou um de meus amigos –uma boa pergunta, dadas as poses das silhuetas tipo “Matrix” na tela de abertura.

“Ah, não”, respondi. “São apenas garotas comuns. Vê esta menina? Seu nome é Zoe. Ela mora na mesma rua que eu e Brittany. Trabalha em um café, e tenho certeza de que não faz bico com clientes sexuais.”

“Como o aplicativo sabe onde estas garotas estão? Você as conhece? Ele pega os dados da sua lista de contatos ou algo assim?”, perguntou outro amigo.

“De maneira alguma. São garotas com perfis no Facebook publicamente visíveis que recentemente fizeram check-in nestes locais usando o Foursquare. O Girls Around Me lhe mostra um mapa com todas as meninas da sua área rastreáveis pelo Foursquare. Se houver mais de uma em um mesmo local, você verá em uma bola vermelha o número de garotas ali. Clique nela e você poderá ver imagens de todas as meninas que estão naquele local a qualquer momento. As fotos que vocês estão vendo são imagens dos perfis delas em redes sociais.”

“OK, então elas sabem que seus dados podem ser usados dessa maneira para qualquer um ver? Tudo bem para elas?”

“Provavelmente não, na verdade. As configurações que determinam quão visíveis são suas informações no Facebook e no Foursquare são complicadas e costumam não fazer sentido para pessoas que não entendem direito questões de privacidade”, expliquei. “A maioria das configurações de privacidade em redes sociais tem como padrão compartilhar tudo com todos, e, como a maioria das pessoas nunca as muda… Bem, os dados acabam sugados em aplicativos como este.”

“Mas elas sabem que fizeram o check-in, certo?”

“De novo, não necessariamente.” O Facebook permite que você faça o check-in de outras pessoas em um local. Se você fizer o check-in de uma amiga sem o conhecimento dela e ela tiver um perfil no Facebook publicamente visível, poderá aparecer no aplicativo.

Uma de minhas amigas que têm menos intimidade com computadores ficou pálida e lançou olhares ao seu namorado, em busca de uma comprovação. Ele, um aficionado por Linux e a única pessoa no grupo sem uma conta no Facebook (e uma das poucas que já conheci que realmente endossaram a rede social Diaspora), devolveu um cômico olhar presunçoso.

“Mas esperem! O negócio piora ainda mais!”, exclamei.

“Digamos que eu seja um cara que quer sair à noite na cidade e conhecer alguém. Digamos que eu vá ao Independent, ali na esquina, e, ao conferir o aplicativo com antecedência, goste muito da aparência dessa garota chamada Zoe –parece alguém com quem eu poderia tentar algo nesta noite–, então pressiono sua foto para obter mais informações e ver o que posso encontrar sobre ela aqui.”

Apertei a foto de Zoe. O Girls Around Me rapidamente exibiu em tela cheia a imagem de seu perfil no Facebook. O aplicativo disse-me onde Zoe foi vista pela última vez (The Independent) e quando (15 minutos atrás). Um grande botão verde na parte inferior, com o rótulo “Photos & Messaging” (fotos e mensagens), simplesmente pedia para ser pressionado, e, quando o fiz, fui levado ao perfil de Zoe no Facebook.

“OK, aqui está Zoe. A maioria das suas informações é visível, então agora sei seu nome completo. Posso ver em um relance que ela é solteira, tem 24 anos, estudou na Stoneham High School e no Bunker Hill Community College, gosta de viajar, tem uma visão política liberal e diz que seu livro favorito é ‘Gone with the Wind’ e que sua artista musical favorita é Tori Amos. Posso ver os nomes de seus familiares e amigos. Posso ver seu aniversário.”

“Tudo isso está visível no Facebook”?, perguntou uma das outras garotas no nosso grupo.

“Até mais, dependendo de como as suas opções de privacidade estão configuradas! Por exemplo, posso ver também as fotos de Zoe.”

Selecionei o álbum de fotos, e uma coleção de centenas de imagens publicamente visíveis apareceu. Naveguei rapidamente por elas.

“OK, parece que Zoe é meu tipo de garota. Pelos seus álbuns de fotos, consigo ver que gosta de festas e, dado o número de caras com quem tira fotos em bares e baladas à noite, posso deduzir que ela se solta quando está bêbada. Sua bebida favorita é frosty margarita. Ela parece ter ido recentemente a Roma. Além disso, como seu álbum contém fotos que tirou na praia, agora sei como ela fica de biquíni… E, para dizer a verdade, fica muito bem.”

Minha namorada fez uma careta para mim. Assegurei-lhe que não era uma comparação e segui em frente.

“Então agora sei tudo o que há para saber sobre Zoe. Sei onde ela está. Sei como ela é, tanto vestida quanto quase sem roupa. Sei seu nome completo, o nome completo de seus pais, o nome completo de seu irmão. Sei o que ela gosta de beber. Sei onde ela estudou. Sei do que ela gosta e desgosta. Tudo o que eu preciso fazer agora é ir ao Independent, perguntar-lhe se se lembra de mim na Stoneham High School, perguntar-lhe como vai seu irmão Mike, comprar-lhe uma frosty margarita e começar a discursar eloquentemente sobre aquele lindo verão que passei em Roma.”

Durante esta demonstração, as reações do meu grupo de amigos dividiram-se de acordo com o sexo. Os homens olhavam entretidos ou (no caso do meu amigo barbudo da Diaspora) filosoficamente satisfeitos consigo e suas opiniões sobre redes sociais. As mulheres, por outro lado, pareciam enjoadas e horrorizadas.

Foi nesse momento, porém, que as ramificações do mal-estar das garotas –seu sentimento de profunda empatia por alguém em perigo– aparentemente alcançaram todo o grupo.

“E, se isso não funcionar com Zoe…”, concluí, consultando o aplicativo uma última vez, “há –vamos ver– outras nove garotas no Independent nesta noite”.

Frequentemente um redator carrega nas tintas para transmitir ao leitor o espírito –se não a verdade precisa– do que ocorreu. Quero apenas deixar claro que, quando digo que uma das minhas amigas estava realmente à beira das lágrimas, não estou fazendo isso. Ela estava realmente horrorizada a ponto de chorar.

“Como a Apple pode deixar as pessoas baixarem um aplicativo como este?”, ela perguntou. “E você já escreveu sobre isto?”

Ao responder à primeira questão, disse que, embora parecesse tão sórdido, o Girls Around Me na verdade não fazia nada de errado. Claro, na superfície, parecia um aplicativo de encontros como o Grindr para potenciais “stalkers” e estupradores, mas tudo o que o Girls Around Me realmente fazia era usar APIs públicas do Google Maps, do Facebook e do Foursquare e misturá-las junto. Assim, além de ver as pessoas que fizeram check-in em locais na sua região, você podia aprender mais sobre elas. Ademais, todas as garotas (e homens!) que apareciam no Girls Around Me tinham o poder de deixar essas informações invisíveis a estranhos, mas, seja por ignorância, apatia ou preguiça, nenhuma delas fez isso. Era tudo informação pública. Nada do que o Girls Around Me fazia viola qualquer uma das políticas da Apple.

Na verdade, o Girls Around Me não era nem mesmo o problema real.

“Não é que estejamos horrorizados com o que este aplicativo faz, é?”, perguntei, terminando a minha bebida. “É que estamos horrorizados com quão expostas essas garotas estão e quão expostas serviços como o Facebook e o Foursquare permitem que elas fiquem, sem o conhecimento delas.”

Mas eu não tinha uma resposta fácil para a segunda questão da minha amiga. Havia brincado com o aplicativo por quase dois meses. Por que não escrevera sobre ele? Nenhuma das respostas fazia bem para a minha imagem.

Parte era porque, como muitos profissionais de tecnologia, eu dava como certo que as pessoas sabiam que seus perfis no Facebook e dados no Foursquare ficavam publicamente visíveis se elas não optassem explicitamente pelo contrário… E, como o meu amigo barbudo da Diaspora, eu secretamente achava que as pessoas que estavam expostas dessa maneira na internet sem seu conhecimento eram tolas.

Isso fazia do Girls Around Me uma curiosidade engraçada, uma brincadeirinha chamativa, o tipo de coisa que você mostra aos seus amigos no bar para dar umas risadas… E que, talvez, secretamente deseja que existisse quando era mais jovem e solteiro e tentava se dar bem por aí. O título deste texto poderia muito bem ser: “Sem mais clube do Bolinha com o Girls Around Me [humor]”.

Foi justamente com esse espírito que mostrei o aplicativo para os meus amigos. Estava ficando tarde, estávamos todos bêbados ou quase, havia sido um dia perfeito. Teria sido tão bom terminar tudo com uma risada. Mas agora, com seis amigos inteligentes de diversas origens ao meu redor –alguns parecendo enjoados, alguns parecendo irritados e alguns com medo genuíno em seus rostos–, eu não achava o Girls Around Me tão engraçado. Ele jogou uma cortina de fumaça em um dia lindo e fez pessoas de quem gosto sentirem-se alarmadas… Não apenas por pessoas de quem elas gostam, mas por completos estranhos.

Então escrevo sobre ele agora. Não porque o Girls Around Me seja um aplicativo mau que devia ser retirado da App Store, ou porque a empresa que o faz –a i-Free, de Moscou– esteja cheia de vilões. Ainda não acredito que haja algo de errado no aplicativo, e os caras da i-Free são superlegais e certamente não pretendiam que o app fosse algo além de uma diversão. Assim, a razão pela qual escrevo sobre o Girls Around Me é porque finalmente sei o que dizer sobre ele e o seu significado em um cenário mais amplo.

O Girls Around Me não é um aplicativo que você deve usar para pegar meninas (ou meninos). Ele é um app que você deve baixar para ensinar às pessoas que questões de privacidade são reais, que redes sociais como o Facebook e o Foursquare expõem você e conhecidos seus e que, se você não sabe exatamente o quanto compartilha, está vulnerável como se estivesse nu. Não consigo pensar em nenhuma maneira melhor de fazer alguém entender que é necessário conhecer suas configurações de privacidade no Facebook do que mostrando esse aplicativo.

É por isso que eu espero que você baixe o Girls Around Me no seu iPhone ou iPad. É grátis. Mostre-o para alguém. Faça a mesma demonstração que fiz para meus amigos. Então, quando perguntarem como o aplicativo funciona e como eles podem prevenir o rastramento de aplicativos como o Girls Around Me, eduque-os sobre privacidade.

Tradução de EMERSON KIMURA

*

CONSEQUÊNCIAS

O que aconteceu após a publicação do artigo acima no “Cult of Mac” :

  • A desenvolvedora do Girls Around Me i-Free publicou uma declaração sobre o aplicativo, na qual ela diz que não fez nada de errado e tornou-se um bode expiatório para questões de privacidade.
  • A desenvolvedora do Girls Around Me deu uma entrevista ao “Cult of Mac”, na qual ela diz que o aplicativo não foi feito para perseguir garotas sem o conhecimento delas, mas para evitar mulheres feias.

*

PROTEJA-SE

Aprenda a evitar que aplicativos como o Girls Around Me o encontrem.

No Foursquare
A rede social publica seus check-ins por padrão. Para mudar isso, é preciso entrar no site –no aplicativo de celular não dá–, acessar as configurações de privacidade (em Settings) e desmarcar a caixa “Incluir-me na lista pública…”.

No Facebook
Ao fazer atualização de status com local, mude quem pode vê-la no botão abaixo da caixa de texto. Quando um amigo o marca, não dá para evitar que vejam onde você está. Mas, nas configurações de privacidade, em “Linha do tempo e marcação”, você pode optar por analisar qualquer marcação antes de ela ser publicada.

Descubra tudo o que o Google sabe sobre você

Serviço mostra toda a sua atividade online, como e-mails enviados e recebidos, quantas vezes seus vídeos foram executados e mais

Google acaba de lançar um novo serviço que promete mostrar tudo o que a empresa sabe sobre você. Chamada de Account Activity, a ferramenta mostra dados de todos os serviços da empresa que você utiliza.

Porém, não vá achando que é só se logar e ver suas atividades desde a criação de sua conta. Primeiramente, apenas dados mais recentes são mostrados. Mas informações antigas serão adicionadas periodicamente, segundo o Slash Gear.

Sites, navegadores e plataformas que o usuário usou para se logar, e-mailsenviados e recebidos e mensagens mais vistas são mostrados na plataforma.

O serviço também exibe quantos views têm seus vídeos no Youtube, o quão popular eles são e até a localização das pessoas que os assistiram. O Account Activity também mostrará seu histórico de buscas e até o Google Latitudes.

Reprodução

E, além de saber mais sobre si mesmos, os usuários também podem aumentar sua segurança: de acordo com o Google, se você notar que houve algum acesso a partir de algum país que você nunca esteve ou em algum dispositivo que você não possui, é um indício de que você precisa mudar sua senha.

Para acessar o novo Account Activity, clique aqui.

Esta foto tirada em 1956. Você sabe o que é?

POSTE DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA 100% ALIMENTADO POR ENERGIA EÓLICA E SOLAR

Cem por cento limpeza 


Empresário cearense desenvolve o primeiro poste de iluminação pública 100% alimentado por energia eólica e solar

Não tem mais volta.

As tecnologias limpas – aquelas que não queimam combustível fóssil – serão o futuro do planeta quando o assunto for geração de energia elétrica. E, nessa onda, a produção eólica e solar sai na frente, representando importantes fatias na matriz energética de vários países europeus, como Espanha, Alemanha e Portugal, além dos Estados Unidos. Também está na dianteira quem conseguiu vislumbrar essa realidade, quando havia apenas teorias, e preparou-se para produzir energia sem agredir o meio ambiente. No Ceará, um dos locais no mundo com maior potencial energético (limpo), um ‘cabeça chata’ pretende mostrar que o estado, além de abençoado pela natureza, é capaz de desenvolver tecnologia de ponta.

O professor Pardal cearense é o engenheiro mecânico Fernandes Ximenes, proprietário da Gram-Eollic, empresa que lançou no mercado o primeiro poste de iluminação pública 100% alimentado por energias eólica e solar. Com modelos de 12 e 18 metros de altura (feitos em aço), o que mais chama a atenção no invento, tecnicamente denominado de Produtor Independente de Energia (PIE), é a presença de um avião no topo do poste.

Feito em fibra de carbono e alumínio especial – mesmo material usado em aeronaves comerciais –, a peça tem três metros de comprimento e, na realidade, é a peça-chave do poste híbrido. Ximenes diz que o formato de avião não foi escolhido por acaso. A escolha se deve à sua aerodinâmica, que facilita a captura de raios solares e de vento. “Além disso, em forma de avião, o poste fica mais seguro. São duas fontes de energia alimentando-se ao mesmo tempo, podendo ser instalado em qualquer região e localidade do Brasil e do mundo”, esclarece.

Tecnicamente, as asas do avião abrigam células solares que captam raios ultravioletas e infravermelhos por meio do silício (elemento químico que é o principal componente do vidro, cimento, cerâmica, da maioria dos componentes semicondutores e dos silicones), transformando-os em energia elétrica (até 400 watts), que é armazenada em uma bateria afixada alguns metros abaixo. Cumprindo a mesma tarefa de gerar energia, estão as hélices do avião. Assim como as naceles (pás) dos grandes cata-ventos espalhados pelo litoral cearense, a energia (até 1.000 watts) é gerada a partir do giro dessas pás.

Cada poste é capaz de abastecer outros três ao mesmo o tempo. Ou seja, um poste com um “avião” – na verdade um gerador – é capaz de produzir energia para outros dois sem gerador e com seis lâmpadas LEDs (mais eficientes e mais ecológicas, uma vez que não utilizam mercúrio, como as fluorescentes compactas) de 50.000 horas de vida útil dia e noite (cerca de 50 vezes mais que as lâmpadas em operação atualmente; quanto à luminosidade, as LEDs são oito vezes mais potentes que as convencionais). A captação (da luz e do vento) pelo avião é feita em um eixo com giro de 360 graus, de acordo com a direção do vento.

À prova de apagão

Por meio dessas duas fontes, funcionando paralelamente, o poste tem autonomia de até sete dias, ou seja, é à prova de apagão. Ximenes brinca dizendo que sua tecnologia é mais resistente que o homem: “As baterias do poste híbrido têm autonomia para 70 horas, ou seja, se faltarem vento e sol 70 horas, ou sete noites seguidas, as lâmpadas continuarão ligadas, enquanto a humanidade seria extinta porque não se consegue viver sete dias sem a luz solar”.

O inventor explica que a idéia nasceu em 2001, durante o apagão. Naquela época, suas pesquisas mostraram que era possível oferecer alternativas ao caos energético. Ele conta que a caminhada foi difícil, em função da falta de incentivo – o trabalho foi desenvolvido com recursos próprios. Além disso, teve que superar o pessimismo de quem não acreditava que fosse possível desenvolver o invento. “Algumas pessoas acham que só copiamos e adaptamos descobertas de outros. Nossa tecnologia, no entanto, prova que esse pensamento está errado. Somos, sim, capazes de planejar, executar e levar ao mercado um produto feito 100% no Ceará. Precisamos, na verdade, é de pessoas que acreditem em nosso potencial”, diz.

Mas esse não parece ser um problema para o inventor. Ele até arranjou um padrinho forte, que apostou na idéia: o governo do estado. O projeto, gestado durante sete anos, pode ser visto no Palácio Iracema, onde passa por testes. De acordo com Ximenes, nos próximos meses deve haver um entendimento entre as partes. Sua intenção é colocar a descoberta em praças, avenidas e rodovias.

O empresário garante que só há benefícios econômicos para o (possível) investidor. Mesmo não divulgando o valor necessário à instalação do equipamento, Ximenes afirma que a economia é de cerca de R$ 21.000 por quilômetro/mês, considerando-se a fatura cheia da energia elétrica. Além disso, o custo de instalação de cada poste é cerca de 10% menor que o convencional, isso porque economiza transmissão, subestação e cabeamento. A alternativa teria, também, um forte impacto no consumo da iluminação pública, que atualmente representa 7% da energia no estado. “Com os novos postes, esse consumo passaria para próximo de 3%”, garante, ressaltando que, além das vantagens econômicas, existe ainda o apelo ambiental. “Uma vez que não haverá contaminação do solo, nem refugo de materiais radioativos, não há impacto ambiental”, finaliza Fernandes Ximenes.

Vento e sol        
Com a inauguração, em agosto do ano passado, do parque eólico Praias de Parajuru, em Beberibe, o Ceará passou a ser o estado brasileiro com maior capacidade instalada em geração de energia elétrica por meio dos ventos, com mais de 150 megawatts (MW). Instalada em uma área de 325 hectares, localizada a pouco mais de cem quilômetros de Fortaleza, a nova usina passou a funcionar com 19 aerogeradores, capazes de gerar 28,8 MW. O empreendimento é resultado de uma parceria entre a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e a empresa Impsa, fabricante de aerogeradores. Além dessa, a parceria prevê a construção de dois outros parques eólicos – Praia do Morgado, com uma capacidade também de 28,8 MW, e Volta do Rio, com 28 aerogeradores produzindo, em conjunto, 42 MW de eletricidade. Os dois parques serão instalados no município de Acaraú, a 240 quilômetros de Fortaleza.Se no litoral cearense não falta vento, no interior o que tem muito são raios solares. O calor, que racha a terra e enche de apreensão o agricultor em tempos de estiagem, traz como consolo a possibilidade de criação de emprego e renda a partir da geração de energia elétrica. Na região dos Inhamuns, por exemplo, onde há a maior radiação solar de todo o país, o potencial é que sejam produzidos, durante o dia, até 16 megajoules (MJ – unidade de medida da energia obtida pelo calor) por metro quadrado.

Essa característica levou investidores a escolher a região, especificamente o município de Tauá, para abrigar a primeira usina solar brasileira. O projeto está pronto e a previsão é que as obras comecem no final deste mês (abr10). O empreendimento contará com aporte do Fundo de Investimento em Energia Solar (FIES), iniciativa que dá benefícios fiscais para viabilizar a produção e comercialização desse tipo de energia, cujo custo ainda é elevado em relação a outras fontes, como hidrelétricas, térmicas e eólicas.

A usina de Tauá será construída pela MPX – empresa do grupo EBX, de Eike Batista – e inicialmente foi anunciada com uma capacidade de produção de 50 MW, o que demandaria investimentos superiores a US$ 400 milhões. Dessa forma, seria a segunda maior do mundo, perdendo apenas para um projeto em Portugal. No entanto, os novos planos da empresa apontam para uma produção inicial de apenas 1 MW, para em seguida ser ampliada, até alcançar os 5 MW já autorizados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os equipamentos foram fornecidos pela empresa chinesa Yingli.

Segundo o presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Antônio Balhmann, essa ampliação dependerá da capacidade de financiamento do FIES. Aprovado em 2009 e pioneiro no Brasil, o fundo pagaria ao investidor a diferença entre a tarifa de referência normal e a da solar, ainda mais cara. “A energia solar hoje é inviável financeiramente, e só se torna possível agora por meio desse instrumento”, esclarece. Ao todo, estima-se que o Ceará tem potencial de geração fotovoltaica de até 60.000 MW.

Também aproveitando o potencial do estado para a energia solar, uma empresa espanhola realiza estudos para definir a instalação de duas térmicas movidas a esse tipo de energia. Caso se confirme o interesse espanhol, as terras cearenses abrigariam as primeiras termossolares do Brasil. A dimensão e a capacidade de geração do investimento ainda não estão definidas, mas se acredita que as unidades poderão começar com capacidade entre 2 MW a 5 MW.

Bola da vez

De fato, em todas as partes do mundo, há esforços cada vez maiores e mais rápidos para transformar as energias limpas na bola da vez. E, nesse sentido, números positivos não faltam para alimentar tal expectativa. Organismos internacionais apontam que o mundo precisará de 37 milhões de profissionais para atuar no setor de energia renovável até 2030, e boa parte deles deverá estar presente no Brasil. Isso se o país souber aproveitar seu gigantesco potencial, especialmente para gerar energias eólica e solar. Segundo o Estudo Prospectivo para Energia Fotovoltaica, desenvolvido pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), o dever de casa no país passa, em termos de energia solar, por exemplo, pela modernização de laboratórios, integração de centros de referência e investimento em desenvolvimento de tecnologia para obter energia fotovoltaica a baixo custo. Também precisará estabelecer um programa de distribuição de energia com sistemas que conectem casas, empresas, indústria e prédios públicos.

“Um dos objetivos do estudo, em fase de conclusão, é identificar as oportunidades e desafios para a participação brasileira no mercado doméstico e internacional de energia solar fotovoltaica”, diz o assessor técnico do CGEE, Elyas Ferreira de Medeiros. Por intermédio desse trabalho, será possível construir e recomendar ações estratégicas aos órgãos de governo, universidades e empresas, sempre articuladas com a sociedade, para inserir o país nesse segmento. Ele explica que as vantagens da energia solar são muitas e os números astronômicos. Elyas cita um exemplo: em um ano, a Terra recebe pelos raios solares o equivalente a 10.000 vezes o consumo mundial de energia no mesmo período.

O CGEE destaca, em seu trabalho, a necessidade de que sejam instituídas políticas de desenvolvimento tecnológico, com investimentos em pesquisa sobre o silício e sistemas fotovoltaicos. Há a necessidade de fomentar o desenvolvimento de uma indústria nacional de equipamentos de sistemas produtivos com alta integração, além de incentivar a implantação de um programa de desenvolvimento industrial e a necessidade de formação de profissionais para instalar, operar e manter os sistemas fotovoltaicos.

Fonte: Revista Fiec

MESA PERMITE QUE USUÁRIO PRATIQUE EXERCÍCIOS

Quem trabalha o dia inteiro sentado na frente do computador não tem mais  desculpas para evitar exercícios físicos ou estar acima do peso. Isso porque a Hammacher Schlemmer desenvolveu uma mesa de escritório com  uma máquina que reproduz caminhada acoplada.

A invenção, batizada de Elliptical Machine Office Desk, possui diferentes  suportes para que a posição do monitor seja regulada com facilidade. A mesa  também pode ser regulada para diferentes alturas. Assim, é possível trabalhar  fazendo exercícios no elíptico, em uma cadeira convencional e até mesmo em  pé.

Sem dúvida, o grande atrativo dessa novidade é a máquina reclinada que  reproduz os movimentos de caminhada. A velocidade atingida pelos pedais é baixa,  de modo que o usuário não tenha distrações do trabalho. Segundo a fabricante, os  usuários podem queimar aproximadamente 4 mil calorias em uma semana de  trabalho.

Leia mais em:  http://www.tecmundo.com.br/11134-mesa-permite-que-usuario-pratique-exercicios-enquanto-trabalha.htm#ixzz1Qmbbnv5H

A resistência dos “treinos” é controlada eletronicamente pelo sistema  embutido à Elliptical Machine Office Desk. No monitor do lado esquerdo da mesa,  ficam disponíveis informações com o desempenho do “atleta”, como distância  percorrida, rotações por minuto e a quantidade de calorias eliminadas. O sistema  desse aparelho é capaz de armazenar dados de até 30 usuários.

A mesa de escritório que obriga o usuário a fazer exercícios está sendo  vendida no site da Hammacher Schlemmer por US$ 8 mil – equivalente a R$ 13 mil  sem o cálculo de impostos.

Leia mais em:  http://www.tecmundo.com.br/11134-mesa-permite-que-usuario-pratique-exercicios-enquanto-trabalha.htm#ixzz1QmcspWZ8

Empresa britânica anuncia camisinha que vem com estimulante contra disfunção erétil

Escrito por Felipe Pereira

Ter, 24 de Maio de 2011 08:10

Os médicos da empresa britânica de biotecnologia Futura Medical desenvolveram um produto que pretende aliar quem tem dificuldade em manter ereção com o sexo seguro. É uma nova camisinha, que já vem com um estimulante contra o problema. A empresa espera comercializar o novo produto dentro de um ano.

A nova camisinha tem como ingrediente ativo um produto químico vasodilatador, que também é usado para combater a angina (dor intensa e latejante no peito, que ocorre quando o coração não recebe sangue o suficiente), transformado em gel. A grande dificuldade dos pesquisadores foi manter este gel dentro do preservativo, para que ele tocasse somente o pênis do usuário durante a relação. “O desafio é manter o líquido vasodilatador estável dentro da camisinha sem que cause prejuízo à estrutura do produto, já que algumas substâncias podem degradar o látex rapidamente”, afirma James Barder, represente da empresa que ‘inventou’ o novo produto.

Os pesquisadores, porém, garantem que o preservativo com estimulantes não substituirá os tratamentos convencionais para disfunções eréteis. Para Barder, a camisinha servirá para aqueles homens que têm problemas em manter a ereção após a colocação do preservativo, proporcionando prazer e proteção contra Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

O produto está em processo de aprovação na Europa Continental e no Reino Unido, e a expectativa é que comece a ser comercializado lá fora dentro de um ano. Um ano também é o prazo esperado pela empresa para que o produto seja aprovado também nos Estados Unidos. Mas, para que isso ocorra, são necessários mais estudos clínicos. Os primeiros testes mostraram que o produto proporciona ereções mais fortes e duradoras quando comparados às camisinhas convencionais.

VEJA AS TECNOLOGIAS QUE AJUDAM A PERDER PESO

O corpo humano é a máquina mais avançada do mundo, mas isso não quer dizer que ele não possa usar alguma ajuda de outras tecnologias  para atingir o seu pico de performance e ganhar aquele tão sonhado “downgrade” no peso e nas medidas. A seguir, vamos ver alguns sites, apps e aparelhos que podem te ajudar a perder peso e fazer a manutenção da supermáquina que é o seu corpo.

1. SITES

Traineo/MyFitnessPal

Particularmente, não sou fã de ficar obsessivo pelo aspecto calórico da perda de peso. Ao medir caloria a caloria todos os alimentos e exercícios que fazemos durante os nossos dias, damos importância demais a um aspecto que é muito mais teórico do que prático. Mas ir por este caminho é definitivamente melhor do que ficar parado, e no fim das contas cada pessoa se dá melhor com uma abordagem diferente.

Para quem gosta de fazer as coisas desse modo, o Traineo e o MyFitnessPal são os dois principais sites nos quais podem se concentrar. Ambos pedem que você registre a quantidade de calorias consumidas e queimadas, entre outros dados, e te ajudam a chegar no seu objetivo através de gráficos, cálculos de tendência de perda de peso e motivação de outros usuários.

O Traineo é mais focado no aspecto social e pode ser usado gratuitamente, mas tem recursos extras para assinantes, enquanto o MyFitnessPal é mais focado na matemática e na contagem calórica, mas é completamente gratuito e conta com um ótimo app para iPhone e Android, o Calorie Counter & Diet Tracker.

Diet TV

Um dos pilares da perda de peso é uma boa dieta. A visita a um nutricionista é mais do que recomendada em todos os casos, mas se você quiser aventurar-se nesse mundo sem a ajuda de um especialista (ei, é melhor do que não fazer nada a respeito), o Diet TV pode te dar uma mão. Trata-se de uma base de dados com possivelmente centenas de dietas diferentes, mas em vez de analisar uma por uma e escolher a que mais te atrai, você simplesmente ajusta alguns seletores de preferências pessoais (por exemplo, se você faz questão de uma cervejinha ou pode ficar totalmente sem álcool, ou se consegue se virar sem carboidratos). Baseado nas suas escolhas, o site retorna as dietas que mais se adaptam a você.

Apenas para reforçar: ao fazer qualquer dieta mais radical, tenha em mente que o acompanhamento de um profissional de saúde é absolutamente recomendado. Dito isso, para quem nunca se preocupou com a saúde, comprometer-se de verdade com uma dieta qualquer por conta própria pode ser o início de uma mentalidade mais consciente quanto à alimentação, e isso nunca é ruim.

Stickk

O Stickk é para aqueles que, como eu, não sofrem apenas com o excesso de gorduras indesejadas, mas também com uma dificuldade impressionante de se comprometer a um objetivo e seguir adiante naquilo.

Neste site, você define um objetivo e faz um “commitment contract” (“contrato de comprometimento”, em tradução livre). O objetivo pode ser a perda de uma quantidade X de peso, assim como qualquer outro tipo de coisa, como parar de fumar ou ir dormir mais cedo. O que importa é que, no contrato de comprometimento, você tem a opção de eleger um ou mais juízes – pessoas da sua confiança, que vão agir como fiscais, informando o seu progresso ao site – e, o mais interessante, pode colocar dinheiro na roda.

Você escolhe que valor quer apostar contra você mesmo, por assim dizer. Se você perder, o dinheiro é debitado do seu cartão de crédito e será recebido por alguém à sua escolha (sugestão: uma instituição com a qual você não concorda). O dinheiro é opcional, assim como o lance de escolher um juiz, mas quando nada mais funciona, lembre-se de bater onde dói mais: na carteira.

HabitForge

O objetivo do HabitForge é similar ao do Stickk, mas a metodologia é bem menos radical. Você apenas informa o seu objetivo ao site (por exemplo, fazer 40 minutos de exercício, ou não comer nenhum doce), e ele vai te enviar um email todos os dias, perguntando se você cumpriu o que prometeu ou não. A esperança do site é que a humilhação de admitir a própria falha seja motivação o suficiente para que você permaneça no caminho certo – até porque você pode se juntar a pequenos grupos com objetivos similares ou compartilhar uma URL para que seus amigos acompanhem o seu sucesso.

Segundo o site, qualquer coisa que você faça por 21 dias seguidos se torna um hábito, então este é o objetivo. Se você responder sim ao email por 21 dias sem falhar, pode se considerar bem sucedido na criação de um novo hábito saudável.

Skinnyo

O Skinnyo é bem simples, bem bonito, e tem cara de ser também bastante divertido. É um site onde você pode armar competições de perda de peso com um ou mais amigos – nas quais obviamente ganha quem perder mais. Aqui o conceito de gamificação é bem explorado, com Achievements e desafios.

2. APPS

Nike+ GPS/RunKeeper

Sair para uma caminhada ou corrida com frequência é considerada uma das melhores maneiras de perder peso, e o RunKeeper e o Nike+ GPS são os dois principais apps para te ajudar com isso. Você os inicia no seu bolso e sai a correr, enquanto eles medem sua velocidade, trajeto via GPS, ritmo, estimativa de calorias queimadas, e dão feedback no tempo decorrido/restante na sua atividade. Depois, sobem estes dados todos para os seus respectivos sites, onde o sistema dará um jeito de te manter motivado e engajado com os seus exercícios.

Até aí eles, são bem parecidos, mas a verdade é que o Nike+ é um tanto mais casual e “divertido”, enquanto o RunKeeper é mais sério e compenetrado (e também está disponível para Android). A sua escolha vai do seu estilo – o Nike+ GPS custa 2 dólares, enquanto o RunKeeper é gratuito.

Full Fitness

Se você é, ou pretende ser, um rato de academia, baixe agora o Full Fitness. Ele contém todos os exercícios possíveis e imagináveis, divididos por área muscular ou por equipamento necessário. É possível também montar seus próprios programas de exercícios sequenciais, ou usar algum entre os sugeridos pelo app. Como extras, o app também tem uma seção para acompanhamento de peso e medidas com gráficos, uma calculadora de IMC e um contador de calorias (embora para isso o aplicativo do site MyFitnessPal, mencionado acima, pareça ser bem melhor).

Nike Training Club

Voltado para mulheres – mas aparentemente também adequado para homens – o Nike Training Club é um dos aplicativos gratuitos mais impressionantes que eu já vi, apresentando centenas de exercícios, cada um deles com demonstrações em vídeo. Só tome cuidado: ele é um download tão pesado quanto os maiores jogos do iOS, pesando mais de 500kg, digo, MB.

WeightBot

Sabe aqueles apps que só realizam uma função, mas se esforçam para realizá-la da forma mais perfeita possível? Todos os apps da Tabbots (da qual eu sou fã) são assim, e o WeightBot não é exceção. Ele serve simplesmente para que você coloque o seu peso todos os dias. Com esses dados, ele cria um gráfico sensacional, incluindo também a sua linha de objetivo e uma linha que prevê, baseado no seu histórico de pesagens, o quanto você vai emagrecer (ou engordar) nos próximos dias. Entre outras coisas. US$ 2 bem gastos.

Dayta

Em comparação com o WeightBot, ao qual é similar, o que o Dayta perde em personalidade e charme de interface, ganha em versatilidade. Em sua essência, o Dayta serve para cadastro regular de qualquer tipo de dado, o que significa que você pode usá-lo tanto para cadastrar o seu peso quanto qualquer outra coisa, de litros de água consumidos por dia até a quantidade de experiência recebida por dia no World of Warcraft. Para tudo, ele também gera gráficos. US$ 4.

Contador de Calorias FatSecret

Além de estar disponível em português, este contador de calorias também tem a tabela nutricional de diversas marcas populares e alimentos brasileiros – como feijoada e guaraná, por exemplo. Conta com diário alimentar, diário de exercícios, calendário de dieta e controlador de peso, e é super intuitivo e fácil de usar. Disponível também para iPhone.

CardioTrainer

O funcionamento do CardioTrainer é bem parecido com o RunKeeper – principalmente nas atividades de caminhada e corrida que são acompanhadas por GPS –, mas também inclui atividades indoor como esteira, pilates, yoga, levantamento de peso, aeróbica, boxe, dança, esportes em equipe, entre outras. Tem integração com twitter e facebook, além de high scores e comparativo de atividade entre os amigos, o que pode ser excelente como fator motivador.

Jamie Oliver Recipes e 20 Minute Meals

Sim, este é um aplicativo de receitas. Aprender a cozinhar em casa, com alimentos de boa procedência e ingredientes selecionados por você mesmo, além de ser um prazer, muda completamente a sua relação com a comida. Ao cozinhar, você está ciente de tudo que está comendo. Na minha opinião, isso é melhor do que saber de cor quantas calorias tem cada coisa, e ainda comer fast food. Aprender a cozinhar te faz comer melhor, e comer melhor te faz emagrecer.

Nesse quesito, entre todos os que eu testei, os apps do chef-superstar Jamie Oliver são os meus favoritos por uma grande margem. Ele não ensina apenas a cozinhar, mas também dá aulas completas sobre os utensílios necessários para a sua cozinha, ensina a cortar legumes como um profissional, entre outras coisas. Tudo em vídeos de altíssima qualidade (em inglês, sem legenda, e com sotaque britânico engraçado).

São dois apps separados: o 20 Minute Meals custa 8 dólares e vem com diversas receitas e “vídeo-aulas”, enquanto o Jamie Oliver Recipes é gratuito e vem com pouco conteúdo, mas pode ser melhorado com pacotes de receitas e vídeos que você compra individualmente (inclusive os que fazem parte do 20 Minute Meals). Qualquer um dos dois é recomendadíssimo.

MyFitnessPal

A tabela nutricional do MyFitnessPal é bastante rica, então fica mais fácil controlar se a sua dieta está bem balanceada. Além disso, a tabela de exercícios inclui alguns jogos do wii sports e wii fit, esportes em equipe detalhados – o app distingue aquela partida de futebol ocasional de algo mais competitivo – além de incluir algumas atividades mais bizarras que também queimam calorias como bilhar, jardinagem, monociclo, conserto de automóveis, boliche, carpintaria e faxina.

Disponível para Android, Blackberry, iPhone. Se o app não estiver disponível para o seu aparelho, também é possível manter um registro da alimentação e das atividades através do site (citado acima).

3. HARDWARE

Balança Wi-Fi Withings

O que essa balança tem de incrivelmente legal, ela também tem de cara e desnecessária. Mas é incrivelmente legal, então vale a menção. Como você pode adivinhar pelo nome, o diferencial dela é que ela consegue se conectar à internet e enviar o seu peso para diversos sites e serviços – entre eles o WeightBot, citado acima. Além disso, ela é bonitona. Mas não se afobe, como eu me afobei quando ouvi falar pela primeira vez. No único lugar do Brasil onde eu encontrei para comprar online, uma unidade custa R$ 914. Emagreci na hora, só de ver o preço.

Sensor Nike+

O app Nike+ GPS funciona nos aparelhos mais modernos da Apple apenas com o uso do acelerômetro e GPS, mas como ficam os donos de iPods mais antigos e não-Touch? Para eles, é necessário o uso deste kit de pequenos sensores. Um deles vai debaixo da palmilha de algum tênis Nike compatível, e o outro vai na entrada do cabo de dados do iPod. Custa em média R$99. Comprei o meu na Netshoes.

Relógio Nike+ Sportswatch GPS

É um relógio bem estiloso, que informa diversos dados da sua corrida e dispensa o uso de qualquer aparelho da Apple para brincar de Nike+. Já falamos dele aqui.

Fitbit

Este pequeno aparelhinho deve ser usado por você durante todas as horas do dia e da noite. Em troca, ele usa os seus sensores de movimento semelhantes aos do Wii Remote para te mostrar dados da sua atividade diária (períodos de sedentarismo, por exemplo) e também do seu sono, detalhando quantas horas você dormiu de fato durante o tempo em que ficou deitado. O Fitbit custa U$ 100, mas infelizmente eles não enviam para fora dos EUA. Você teria que dar um jeito de trazer de lá.

QUE LOUCURA O APARTAMENTO DESTE ARQUITECTO CHINÊS!!!

CRIATIVIDADE!

   
Olhem o apartamento deste Chinês…  O vosso apartamento tem 24 salas em 1 única convencional ?
O arquitecto chinês Gary Chang tem bons motivos para pensar em soluções que utilizem pouco espaço com eficiência, pois ele mora em Hong Kong, um dos maiores centros urbanos do país mais populoso do mundo. Por ali, a ordem é aproveitar cada espaço mínimo de área. Por isso mesmo, as casas costumam ser normalmente minúsculas.
Quando morava com a família, Gary vivia em um apartamento duas assoalhadas: os pais ficavam num quarto, as irmãs noutro e ele, no corredor, que também fazia as vezes de sala. Hoje, ele vive num apartamento com 24 assoalladas! Revolta?? Ostentação?? Não!! O lar de Gary Chang tem pouco mais de 30m². A sua grande inovanção foi fazer paredes móveis, que possuem rodinhas e se deslocam por trilhos instalados no teto. “A casa se move para mim”, diz Chang.

Além de ocupar pouco espaço, a ideia também contribui com o meio ambiente, graças aos espelhos instalados no teto que, não só disfarçam os trilhos e dão a impressão de que o ambiente é maior, como aproveitam melhor a luz natural que entra pela única janela. Um filtro alaranjado nas venezianas também intensifica o efeito da luz que vem de fora e torna o local mais aconchegante. “Quase nunca preciso acender as luzes”, conta.

A genialidade de Gary Chang foi descoberta pelo programa World’s Greenest Homes, que, como o nome já diz, vai atrás dos inventores das casas mais verdes do mundo. Clique no “link” abaixo e veja como funciona o “Lar Doce Lar” do chinês:

http://www.youtube. com/watch? v=Lg9qnWg9kak&feature=player_ embedded 

Pessoas cegas conseguem “ver” com os ouvidos

Cientistas descobriram que o cérebro de pessoas totalmente cegas reprograma a parte associada com a visão para processar sons.O Dr. Olivier Collignon e seus colegas da Universidade de Montreal, no Canadá, compararam a atividade cerebral de pessoas que podem ver com a atividade cerebral de pessoas que nasceram cegas.

Eles descobriram que a parte do cérebro que normalmente trabalha com os nossos olhos para o processo da visão e da percepção do espaço pode reinventar-se e passar a processar a informação sonora.

A pesquisa fundamentou-se em estudos anteriores que mostram que os cegos têm uma maior capacidade para processar sons como parte da sua percepção espacial.

Fonte: Diário da saúde

 

Recursos em Móveis: Italiano – Móveis Concebidos para Salvar Espaço

Recursos em Móveis: Italiano – Móveis Concebidos para Salvar Espaço

Resource Furniture: Italian-Designed Space Saving Furniture

Para quem ainda não viu, boas sugestões para pouco espaço.

Enviado pelo Dinho um grande amigo de BH.

Projetos de lei contra o bullying

Por Andréa Marques, do Nota 10

O Brasil não tem uma lei federal sobre o combate ao bullying. Um projeto de lei, que propõe que as ações de combate ao bullying sejam detalhadas na Lei de Direitrizes e Bases da Educação, aguarda votação na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado. A proposta, de autoria do senador Gim Argello (PTB-DF) quer incluir entre as incumbências dos estabelecimentos de ensino a promoção de ambiente escolar seguro e a adoção de estratégias de prevenção e combate a intimidações e agressões. Confira abaixo alguns estados e municípios que adotaram leis de combate ao bullying:

Estado do Rio Grande do Sul – lei prevê políticas públicas contra o bullying nas escolas estaduais e privadas de ensino básico e de educação infantil sancionada no ano passado.

Estado do Rio de Janeiro – uma lei aprovada ano passado prevê punição das escolas que não denunciarem funcionários e alunos que praticarem o bullying. A Assembleia Legislativa aprovou outra lei de caráter mais educativo para a promoção do combate a esta prática nas escolas.

Município de São Paulo – a cidade tem uma lei de 2009 sancionada pelo prefeito Gilberto Kassab que determina que as escolas públicas da educação básica do município deverão incluir em seu projeto pedagógico medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying escolar.

Município de Belo Horizonte – a Câmara Municipal aprovou em segundo turno dois projetos de lei que têm como objetivo impedir trotes violentos e bullying.   

 

(Envolverde/Nota 10)

Menina egípcia recebe o nome de Facebook

Isso mesmo, a menina irá se chamar Facebook Ibrahim. Os confrontos no Egito ainda não cessaram. Muitos protestos da população ainda são realizados. Como sabemos, muitos destes protestos foram organizados pela uso da Internet.

Os confrontos no Egito ainda não cessaram. Muitos protestos da população ainda são realizados. Como sabemos, muitos destes protestos foram organizados pela uso da Internet.

Inspirado por toda essa onda de protestos e uso da Internet, um pai resolveu batizar sua filha com um nome que para ele simbolizaria toda essa revolução.

Jamal Ibrahim, o pai, em dúvida em qual nome usar, queria algo totalmente inesquecível. Então,  durante as manifestações surgiu com um nome um tanto quanto inédito para uma filha: Facebook.

Isso mesmo, a menina irá se chamar Facebook Ibrahim. O orgulhoso  pai disse que a filha, a Facebook, está recebendo muitos presentes, inclusive de muitos participantes das manifestações.

Enquanto o Facebook gera inspiração até para nome de uma criança. O mesmo não aconteceu com uma facebook espanhola.

A freira foi afastada de sua ordem por fazer uso do Facebook por muito tempo durante o dia.

María de Jesús Galán de 54 anos, destes em reclusão na ordem por 35 anos, recebeu o apelido de “Irmã Internet”. A freira  anunciou que estava deixando o convento em virtude de algumas discordâncias sobre suas atividades  na Internet.

O computador tinha sido instalado na ordem com o objetivo de facilitar a vida das freiras, podiam realizar atividades bancárias e assim, evitar viagens para resolver esses serviços.

Os interesses, hobbies da freira, não constava com nada de anormal. Leitura, arte, música e simplesmente fazer amigos era seu objetivo. Seu perfil já contava com cerca de 600 amigos.

Hans Donner previu o iPad 15 anos antes

A abertura da novela Explode Coração, exibida na Globo em 1995, mostra o cara usando uma tela touchscreen. Pois é pessoal, o Hans Donner (marido da ex-Globeleza Valéria Valenssa) na época previu o iPad.   O designer não é parecido, mas o conceito é basicamente o mesmo dos atuais tablets. Quem diria que um gadget praticamente inimaginável em nossa realidade de 15 anos atrás, faria parte de nosso cotidiano tão rapidamente?

APPLE LANÇA NOVO PRODUTO IN BRAZIL

  Depois do iPod… do iPhone… do iPad… a Apple lança um produto verdadeiramente brasileiro:

« Previous entries