COMO TER A PERCEPÇÃO TÃO AGUÇADA QUANTO JASON BOURNE


MATT DAMON INTERPRETANDO JASON BOURNE

A habilidade de perceber e mapear o ambiente ao seu redor podendo prever situações parece coisa de super agentes, mas não é. Todos nós temos o que a psicologia chama de “consciência situacional”. Duvida? Faça o teste: quando você está dirigindo consegue prever os movimentos dos outros carros e até de pedestres. Se não fosse assim, os acidentes seriam bem mais frequentes.

Usamos a consciência situacional o tempo todo. Agora mesmo enquanto está lendo, você é capaz de recriar o ambiente ao seu redor na sua mente. Jason Bourne, do filme A Identidade Bourne, é perfeito nessa habilidade – e todos também podem ser com um pouco de treino. Kate McKay, colunista do site Art Of Manliness, estudou o assunto por meses e apresenta algumas formas de desenvolver essa técnica.

A consciência situacional funciona como o “sentido aranha”, conseguimos perceber o ambiente ao redor e prever situações subsequentes. A principal forma de melhorar essa habilidade é através do Ciclo de Boyd, criado pelo ex-piloto do exército americano John Boyd e usado até hoje no treinamento de novos soldados. O ciclo é composto por quatro elementos: observação, orientação, decisão e ação. Basicamente é preciso ser rápido nos itens observação e orientação para tomar decisões e, então, agir.

Posição e observação
Para melhorar a observação é necessário posicionamento adequado. Tente ter uma visão periférica do ambiente ao seu redor. Não fique atrás de pilastras ou de outros objetos que possam interferir na sua vista. Outra dica é se certificar que não existe nada de ameaçador atrás de você. Nesse caso ficar encostado na parede é uma boa ideia. Então, sempre que você entrar em algum novo ambiente, se posicione para obter o maior número de informações visuais possível.

Seja um mestre da memorização
Outra atividade divertida que vai ajudar a melhorar a sua consciência situacional é exercitar sua memória. Obter essa habilidade é bem simples e você pode desenvolvê-la brincando: jogo da memória ou decorar sequências de cartas de um baralho são boas dicas. Bourne sabia de cor todas as placas de carro que passavam por ele. Sempre que estiver em um ambiente novo, memorize pontos de fuga importantes, pode ser bastante útil em um situação de perigo.

Atenção e orientação
A observação sozinha não é suficiente para dominar a consciência situacional. Você tem que saber o que está procurando, e em seguida, colocar essa informação em contexto para que faça sentido. É aí que a orientação entra em jogo. Você deve ler o ambiente e não apenas observá-lo. Crie possibilidades. Nossa incapacidade de prestar atenção a tudo ao mesmo tempo faz com que seja impossível obter a consciência situacional completa. Por isso devemos nos concentrar nas possibilidades de perigo que podem acontecer. Você está preparado para algo de estranho?

Pratique sua consciência situacional
Você deve cultivar a consciência situacional com frequência, até chegar o ponto em que estará praticando sem perceber. A partir de hoje, sempre que entrar em algum lugar, lembre de observar todos os pontos de entrada e saída. Imagine situações. E, em seguida, pense em planos de ação para o que você faria nesses casos específicos. Não seja paranóico, apenas consciente. Faça isso dia após dia e a consciência situacional vai se tornar natural e, logo, você estará agindo como Jason Bourne.

%d blogueiros gostam disto: