Archive for março, 2015

Artigo: 4 dicas para sua apresentação em eventos

Artigo: Dez lições que você precisa aprender sobre estratégia

Artigo: O que é e como utilizar o Funil de Vendas?

Artigo: 5 DICAS PARA SUPERAR AS ADVERSIDADES DA VIDA!

Artigo: Como Parar de Assistir TV: 15 Passos (com Imagens)

Como Parar de Assistir TV: 15 Passos (com Imagens)

http://pt.m.wikihow.com/Parar-de-Assistir-TV

Artigo: Facebook deve mostrar novo Messenger e “teletransporte” hoje

Artigo: 8 dicas para ganhar dinheiro com blogs

Artigo: Infográfico: 10 dicas para pensar “fora da caixa”

Artigo: Empresa cria cabo USB com portas ilimitadas

Artigo: 7 aplicativos indispensáveis para jornalistas

7 aplicativos indispensáveis para jornalistas

http://portal.comunique-se.com.br/index.php/destaque-home/72850

Artigo: Pixar libera uso grátis de software usado nos efeitos de ‘Star Wars’ e ‘O Senhor dos Anéis’

Pixar libera uso grátis de software usado nos efeitos de ‘Star Wars’ e ‘O Senhor dos Anéis’

http://info.abril.com.br/noticias/blogs/download-da-hora/design/pixar-libera-uso-gratis-de-software-de-renderizacao-usado-em-star-wars-e-o-senhor-dos-aneis/

Artigo: Samsung: smartphones dobráveis serão realidade em 2016

Samsung: smartphones dobráveis serão realidade em 2016

http://meiobit.com/312840/samsung-smartphones-dobraveis-2016/

image

Artigo: Spotify pode limitar acesso gratuito a músicas por pressão de gravadora

Spotify pode limitar acesso gratuito a músicas por pressão de gravadora

http://canaltech.com.br/noticia/musica/Spotify-pode-limitar-acesso-gratuito-a-musicas-por-pressao-de-gravadora/

image

Artigo: Confira 3 razões para você parar de contar as calorias do que come

Artigo: Luxo e design em hostel parisiense

Artigo: Dez utilidades do limão que vale a pena conhecer

Artigo: Lawrence não voltará para a franquia X-MEN após APOCALIPSE

Lawrence não voltará para a franquia X-MEN após APOCALIPSE

http://www.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/noticias/ler.php?cdnoticia=54763

image

Artigo: Top 10: os celulares mais vendidos de todos os tempos

Artigo: Homework should be limited to 60 minutes a night for best results

Artigo: Beyoncé deve estrelar filme ao lado de Brad Pitt

Artigo: Menino de 13 anos cria negócio de US$ 200 mil e vira o CEO mais jovem do mundo

Como vencer a frustração e a desmotivação

frustracao

Um dos maiores mitos que cercam pessoas bem sucedidas é que elas “devem” se sentir motivadas o tempo todo, não devem conhecer a frustração e conseguem fazer tudo que se propõem, sempre.

Motivação é como uma chama, ela ascende, queima, mas invariavelmente apaga. Ninguém vive constantemente motivado, mesmo aquelas pessoas que parecem estar sempre com a corda toda.

Hoje vamos falar sobre os aspectos que podem ampliar os efeitos negativos da frustração e da desmotivação e também sobre o que fazer para evitar e superar essas armadilhas, em sua maioria, mentais.

De vez em quando, nos sentimos apáticos, como se o mundo não fizesse mais sentido. Outros dias, nossas expectativas são quebradas, ficamos frustrados. Ainda passamos por aqueles períodos em que a vida está tão maluca e confusa que por mais que queiramos produzir, as coisas simplesmente não acontecem.

Em primeiro lugar, precisamos entender que esses períodos fazem parte da vida. Até um certo ponto, podemos nos permitir nos sentir pra baixo sem culpa. Lutar contra absolutamente todo traço indesejável pode nos causar ansiedade, estresse e até mesmo depressão quando esta luta parece não surtir efeito. Precisamos nos permitir sermos humanos, sem qualquer expectativa de que poderíamos manter um desempenho perfeito a todo instante.

Dito isso, podemos lançar mão de técnicas e principalmente, mecanismos mentais, para potencializarmos a autodisciplina e vencermos parte desses momentos negativos. O importante é não se encher de culpa quando não conseguimos manter a produtividade. Nós passamos por altos e baixos e está tudo bem. O segredo do progresso é não extender esses baixos por períodos muito longos, “perdendo os bondes” das oportunidades que passam.

1. A sua situação NÃO É DIFERENTE!

Um dos maiores – senão o maior – empecilho para o progresso pessoal é convencer a si mesmo que a sua situação é diferente dos demais e sendo assim, nenhuma dica, nenhuma técnica, nenhuma solução se aplica a você.

Esse mecanismo é frequentemente usado para justificar o fracasso ou baixo desempenho pessoal. Qualquer que seja a hipotética solução para o seu problema, lançada por outros como sugestão, ela não se aplica ao seu caso, por que “tem isso”, “tem aquilo” e “tem mais aquele outro”, problemas estes intransponíveis e que justificam “totalmente” a sua situação, ausentando-o da culpa.

Alguém cita um caso em que algo parecido foi solucionado e você responde evidenciando as diferenças entre você e o outro, numa tentativa de justificar porque o outro foi capaz de resolver a situação, mas você não poderia. Essa justificativa é a sua desculpa. Você acredita nela com tanta fé que engessa a si mesmo. Você não faz nada porque se convenceu de que na sua situação não há nada o que fazer, apesar de entender que os outros possam superar os mais diversos tipos de problemas. É que a minha situação é diferente, sabe? Não, não é! Mas enquanto você estiver convencido de que é sim, e que por isso você não pode se mexer, você não vai se mexer. Parece tão besta, não é? E é!

2. Você não é o centro do universo!

A primeira situação geralmente nos leva a essa segunda: a pessoa se considera o centro do universo. A situação dela é diferente, por isso ela não pode fazer nada, apesar dos outros conseguirem superar situações semelhantes, os detalhes da situação dela fazem com que ela nunca encontre um exemplo parecido o suficiente para que possa se convencer de que ela também pode. Esse raciocínio detalhista – o mínimo detalhe separa a pessoa do resto do mundo, faz com que a pessoa se veja como centro do universo. Tudo acontece por causa dela, tudo acontece para atrapalhar a vida dela, tudo o que não corresponde 100% com suas expectativas a frustra e o mundo conspira contra ela.

É claro que esse tipo de raciocínio é inconsciente – quando é consciente a pessoa é diagnosticada com esquizofrenia! Na prática, essa é a pessoa que fica de cara feia com os outros por qualquer motivozinho besta, que se frustra com o empecilho mais insignificante. A impressora não imprime? Estragou o dia dela! O colega no trabalho não deu bom-dia?Deve estar de conchavo com os outros pra me boicotar!

A pessoa que se vê como centro do universo sempre acha que tudo o que acontece tem um motivo e esse motivo tem a ver com ela. Ela não pensa que o cara que não dá bom-dia no trabalho pode estar com algum problema pessoal ou ser simplesmente desatento – ou mesmo mal educado. Ele evidentemente tem alguma coisa contra mim! Só pode ser! Do contrário, por que não me cumprimentaria?

Essas pessoas tendem a ser supersticiosas, todo sinal é para elas. Tudo é uma sincronicidade, positiva ou negativa. A reação e atitude das pessoas sempre tem a ver com o que pensam delas. No final das contas, essas pessoas sofrem muito e se tornam vulneráveis a frustrações e humores. Se o universo está conspirando a favor, elas se sentem bem e produzem, se as coisas parecem não estar dando certo, elas se frustram e se voltam contra o mundo, exigindo de cara fechada que o mundo volte a ser como elas querem que ele seja.

Quem se identifica com esse perfil precisa abrir a cabeça e ver que o mundo é maior que seu mundinho pessoal. Procurar conhecer as histórias das outras pessoas é um bom começo. Ver que os outros também sofrem, que há pessoas no mundo que nem sequer conhecem a vida como nós a conhecemos. Até mesmo filmes e biografias podem ajudar, dando exemplos de vidas alheias para tirar a pessoa de seu casulo. Ouvir mais os outros também é de grande valia, tentar perceber que as pessoas fazem as coisas por seus próprios motivos.

3. Não sinta pena de si mesmo

As duas situações anteriores nos trazem para uma condição autoperpetuadora que trava o progresso pessoal e instala as raízes de condições sérias como a depressão.

A pessoa que tem pena de si mesma acha que a situação dela é diferente – por isso é que ela nunca conseguiu (ou nunca consegue) superá-la; ela também se acha o centro do universo, tudo conspira contra ela, as pessoas fazem as coisas porque não gostam dela, ela se vê como uma pobre vítima.

Com frequência, essas pessoas lançam mão de argumentos do tipo:qualquer pessoa na minha situação reagiria da mesma forma. Esse é um erro, muito comum, mas muito sério, principalmente porque é uma ideia que parte do princípio de que existem reações obrigatórias para cada problema. Uma das frases mais comuns na boca dessas pessoas é: o que você queria que eu fizesse?, como se a ação a qual ela está tentando se desculpar fosse obrigatória como resposta ao que lhe aconteceu.

A autopiedade, como é chamada a “pena de si mesmo”, destrói a autoestima e a autoconfiança, ao colocar a pessoa em uma condição inferior às outras.

A frustracão é apenas um reflexo desse processo. Ela nasce quando a pessoa já largou a toalha e desistiu de tentar solucionar um problema, quando ela se volta contra o “causador” do obstáculo, mesmo que seja algo inanimado como tecnologia, e fica triste, se sentindo derrotada.

4. Ajuste suas expectativas

Perfeccionismo é a rota mais certeira para o fracasso. Expectativa irreal é o caminho mais garantido para a depressão.

Em muitos casos, a frustração e a desmotivação surgem porque a pessoa vê que a vida não está se desenrolando como ela gostaria, mas ela nunca se dá o trabalho de refletir sobre essas expectativas.

Às vezes, é muito bom que a vida não esteja acontecendo como queremos! Nossas expectativas podem ser frutos de sonhos e fantasias que construímos em tempos pretéritos – quando éramos diferentes – e que há muito tempo não são atualizadas.

Ao longo da minha vida, eu me dei conta de que foi muito bom que certas coisas que um dia eu quis, nunca aconteceram.

Nós associamos nossas expectativas com felicidade. O psicólogo de Harvard, Daniel Gilbert, afirma que nós não sabemos o que nos fará felizes e que geralmente nossos palpites a esse respeito estão errados. Quando botamos muita fé em uma ideia e desejamos aquilo justamente porque achamos que a realização nos fará felizes, estamos nutrindo a condição perfeita para um estado de depressão (quando conseguimos o que desejamos, mas percebemos que a felicidade “não veio junto”).

Meu livro, Um sentido para a vida, discorre bastante sobre este tema, sobre o quanto precisamos desassociar nossos planos da ideia de felicidade para construirmos uma vida realmente satisfatória e plena.

Se você se encaixa neste perfil, ou seja, se você se sente frustrado e desmotivado porque a vida não está indo do jeito que você quer, pense bem nos motivos de você querer uma vida diferente. O que exatamente você quer que mude?

Veja que você pode estar certo. Nem sempre nossas expectativas são irreais, mas é necessário colocar reflexão em cima e pensar bem sobre porque queremos aquilo. As maiores decepções decorrem dos sonhos “mal pensados”, aquelas coisas que “queremos porque queremos”, sem um motivo muito claro e racionalizado e principalmente, quando achamos que se conquistarmos X ou Y, seremos felizes – esta sim é a maior de todas as armadilhas!

5. Valorize as pequenas vitórias

Quando mantemos nossos olhos focados no prêmio maior, deixamos de notar nossos avanços ao longo do caminho. Quando eu comecei a aprender piano, eu costumava ouvir gravações de pianistas famosos tocando concertos e estudos dificílimos. Eu me sentia desmotivada, porque dia após dia eu simplesmente não conseguia reproduzir um trecho sequer das músicas que eu gostava. Eu não percebia que diariamente eu apresentava uma evolução, eu não notava porque estava tão triste por ser uma pianista tão “ruim” que muitas vezes cheguei a desistir. Ao longo dos anos, eu comecei e parei inúmeras vezes até que resolvi levar a sério, então já adulta. Eu peguei um caderno e diariamente eu anotava detalhadamente tudo o que fazia, os exercícios, as escalas, as músicas, comentava os erros, o nível, o progresso. Foi quando eu comecei a notar que realmente havia uma evolução literalmente diária – todos os dias eu conseguia tocar melhor as mesmas músicas do que eu as havia tocado no dia anterior. Eu ainda levei anos para conseguir tocar minhas peças favoritas, mas ser capaz de visualizar minha progressão gravada no papel, dia após dia, fez toda a diferença.

Durante este período, ao invés de tentar logo de cara tirar músicas acima do meu nível, como eu costumava fazer, eu comecei do zero, com peças desde o nível 1, como se fosse iniciante. A cada nova música conquistada, por mais fácil que fosse, eu me sentia realizada e motivada. Usava essa energia para progredir gradualmente para trabalhos mais complexos até chegar onde eu desejava ter chegado instantaneamente quando comecei a tocar aos 7 anos de idade.

O fato de conseguirmos ver o final do caminho, ou seja, a meta magna, onde queremos chegar, não deve nos desmotivar com as etapas que devemos percorrer até chegarmos lá.

Chega a ser um clichê, mas precisamos curtir o caminho, mesmo sabendo que o objetivo é chegarmos a um ponto X. A melhor forma de fazer isso é quebrar a meta em “metinhas” menores, vendo cada pequeno êxito como uma vitória em si. Dessa forma, não só nós percebemos que realmente estamos progredindo, mas tornamos a jornada mais interessante e prazerosa.

6. Seja criativo

Muitas vezes nos frustramos porque não conseguimos resolver problemas do jeito que sempre fizemos – ou simplesmente não temos a menor ideia de como “se resolve” aquele tipo de problema específico que estamos encontrando naquele dia.

Manter a calma e simplesmente começar a fazer um brainstorm de todas as opções possíveis deve ser sempre a primeira opção. A impressora não imprime? Ok, quais são todas as opções de problemas que poderiam fazer uma “impressora não imprimir”? Está ligada na tomada? Ok, está. Está ligada no computador? Ok, está. O computador tem o software para se comunicar com a impressora? E assim por diante. Quando não sabemos nada sobre o tal problema, procuramos no Google. A internet está aí pra isso.

Esse processo de tentativa de solução de problemas exige criatividade. A pessoa sem criatividade não consegue pensar em nenhuma alternativa que ela já não conheça. Essa falta de criatividade engessa a pessoa de várias maneiras, não só com os comuns problemas com tecnologia que todos nós encontramos diariamente. Nossas metas nem sempre podem ser conquistadas em uma linha reta. A criatividade é necessária para sugerir opções quando o que pensamos que poderíamos fazer não dá certo. O resultado da falta de criatividade é a frustração. A pessoa tenta fazer o que sabe, não dá certo e ela não sabe mais o que fazer. Resultado: ela fica emburrada.

Tem um ditado clássico que diz que tentar atingir um resultado diferente fazendo as coisas do mesmo jeito é insanidade. A falta de criatividade leva a pessoa a travar na mesma tentativa incessantemente. Ela tenta, tenta, tenta, sempre do mesmo jeito e se frustra quando continuamente não consegue o resultado desejado.

A criatividade tem muito a ver com raciocínio lógico e isso surpreende muitas pessoas que acham que a criatividade está ligada ao lado direito do cérebro e tem a ver com artes e improviso. Tem, mas isso não quer dizer que o lado “racional” do cérebro não é usado no processo criativo! Criatividade é basicamente a capacidade de criar ou tentar uma opção que não foi anteriormente aprendida. O raciocínio lógico ajuda a pessoa com o tal brainstorm que ela precisa fazer para levantar todas as opções de solução de um problema, incluindo opções que ela nunca testou ou que nunca ouviu falar. Ao pensar sobre o problema, ela o entende na hora e sua mente produz um rol de ideias a serem testadas como hipóteses de possíveis soluções, mesmo que ela nunca tenha se deparado com aquele problema específico antes. É nessas situações que entra a arte do improviso, mesmo que embasada em um raciocínio puramente lógico!

7. Pare de reclamar e simplesmente faça o que tem que ser feito

Esse é um dos grandes segredos da disciplina. Às vezes não estamos com vontade de fazer as coisas, mas a pessoa disciplinada vai e faz mesmo assim. Um dos maiores erros que as pessoas pouco produtivas cometem é esperar se sentirem bem para fazerem o que precisam. Esperam motivação, esperam inspiração, esperam sentir vontade.

Como escritora e pianista, duas coisas que exigem tremenda disciplina, eu posso afirmar que nem sempre dá vontade de fazer o que precisa ser feito. Às vezes a vontade é simplesmente não fazer nada, às vezes a vontade é fazer alguma outra coisa – algo que não precisa ser feito naquele momento. No artigo anterior, falamos sobre o hedonismo, aquela tendência de só querer fazer o que dá vontade, de só querer ser feliz e sentir prazer. É isso o que destrói a disciplina e quem cede ao hedonismo com muita frequência, geralmente não consegue conquistar nada na vida, pois tudo exige algum tipo de dedicação e isso envolve fazer as coisas quando não estamos a fim.

A reclamação tem um efeito inibidor da ação pois funciona como uma justificativa que explica o motivo de você não poder fazer nada, quando na realidade, você poderia estar fazendo alguma coisa. Quando existem obstáculos reais que dificultam a ação, pense “fora da caixa”, trabalhe em outros aspectos das suas metas, invista no aprimoramento pessoal, mas FAÇA alguma coisa!

Disciplina é um hábito. Ninguém nasce disciplinado. Isso significa que todo mundo pode aprender. A disciplina começa com o esforço pessoal de lutar contra a inércia e a própria vontade e fazer o que precisa ser feito. Aí entram também planejamento, para saber exatamente o que precisa ser feito, sem confusão e dispersão, auto-organização para não se perder em meio a mil e uma coisas e um senso estoico, para pisar na vontade pessoal – quando esta é contrária ao planejado – se manter firme e forte fazendo o que precisa ser feito, sem pestanejar e sem reclamar. Isso não é fácil, nem um pouco! Mas é para os poucos que construirão vidas bem sucedidas.

Texto de: 

O PERDÃO DA TRAIÇÃO

Lembro da primeira vez que fui traída por um namorado. Na verdade lembro de todas, porque infelizmente esse não é o tipo de coisa que se esquece. E a cada traição, dói como se fosse a primeira. Imaginar a pessoa que você ama e se dedica, dando os mesmos beijos que dá em você, em outra pessoa é de partir o coração. É difícil pra caralho. Dói mesmo. Chega a ser uma dor física.
E da mesma forma que já fui traída, também já perdoei traição. E porque eu perdoei? Porque eu sou otária? Eu mereço ser traída se eu resolvo perdoar? Eu não me amo? Eu sou chifruda, corna, burra? Não. Eu perdoei porque botando na balança hipotética da vida, as qualidades daquela pessoa pesavam mais do que um erro isolado.
Nunca me casei e talvez não seja a melhor pessoa pra falar do assunto, mas acredito que quando você ama tanto alguém a ponto de querer oficializar esse amor em todas as instâncias possíveis, de Deus à juiz, vocês viram uma pessoa só. E os problemas daquela pessoa se tornam seus problemas também. Você aceita trabalhar e lidar com as mijadas fora da bacia ao invés de simplesmente trocar a pessoa por outra no primeiro obstáculo. Porque ela também fará isso por você. É na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, não é? Então que realmente seja na prática. Um casamento não se faz só da teoria dos votos matrimoniais na frente do padre.
Se existe uma verdade sobre o ser humano é que ele não é absoluto. As pessoas não são perfeitas e elas erram. Erram pra caralho! Em um relacionamento vão errar ainda mais que isoladamente. É complicado ser, agir e falar quando tudo o que você fizer ou deixar de fazer, afeta uma segunda pessoa. Você não é mais uma pessoa apenas, você é duas e às vezes durante todo esse processo de entendimento as pessoas se embananam e aí elas…. erram. Aceite, as pessoas erram o tempo inteiro! Mas a notícia boa é que, se elas quiserem, elas se arrependem e aprendem com os seus erros.
O importante em um relacionamento não é você buscar alguém com as qualidades que você considera essenciais. Amar qualidade qualquer um vai amar. Tente buscar alguém cujos possíveis erros, você esteja disposta a enfrentar. É aí que está o amor. Até nos piores momentos, até na merda total, você ainda ama aquela pessoa e escolhe lutar não por ela, mas com ela. Vocês viraram um só, lembra? A luta é conjunta, mesmo que a rasteira tenha vindo de um de vocês.
Você não perdoa traição? Ok. Mas o que você perdoa? Alguma coisa tem que ser. Porque se você espera encontrar o Sr. Perfeição, tenho más notícias pra você. No mundo de fantasias, o príncipe perfeito no cavalo branco te resgata do dragão e vocês vivem felizes para sempre. Na vida real, o príncipe chega num pangaré, com o cu todo assado de tanto cavalgar e quando desce do cavalo te dá um chute na cara e apesar do seu nariz sangrando você aceita viver feliz para sempre e infeliz para sempre também com ele. A vida real pode não ser tão perfeita, mas pode ser linda apesar das falhas e tropeços.
As pessoas tentarão o tempo inteiro dizer como você deve viver a sua vida. Como você deve pensar, agir, ser, e até como deve amar. Te crucificarão por decisões que só deveriam interessar à você e a quem essas decisões envolvem. E elas fazem isso por se importarem com você? Não! A sociedade do espetáculo está cagando baldes para a moral e os bons costumes. O que essas pessoas querem é ver sangue, ver barraco de vidas que não são delas (as delas, nem pensar), querem botar lenha na fogueira e ver tudo explodir para assistirem confortáveis de seus sofás enquanto suas próprias vidas são um amontoado de caos e desordem que elas não consertam por estarem mais preocupadas com a dos outros.
“Pessoas perfeitas, santos canonizados, já podem guardar as pedras!”

Relato de O Segredo

FIQUE COM ALGUÉM QUE NÃO TENHA DÚVIDAS DE QUE TE AMA.

Um dia a gente percebe que amor tem que ser uma via de mão dupla. Amor tem que ser fácil, tem que ser bom, tem que ser complemento, tem que ser ajuda.
Amor que é luta é ego. Amor que rebaixa é dor. E então a gente aprende que amor que não é amor, não encaixa, não orna, não serve.
Fique com alguém que não tenha conversa mole e expresse o seu sentimento. Que não te enrole. Que não tenha meias palavras quanto ao sentimento. Que não dê desculpas. Que não bote barreiras no que deveria ser fácil e simples independente do que tenha acontecido.
Fique com alguém que saiba o que quer e que queira agora.
Fique com alguém que te assuma, que admite que não consegue viver sem você é que diz que fará feliz . Que ande com orgulho ao seu lado. Que te apresente aos pais, aos amigos, ao chefe, ao faxineiro da firma com orgulho. Que segure a sua mão ao andar na rua. Que não tenha medo de te olhar apaixonadamente na frente dos outros.
Fique com alguém que não se importe com os outros.
Fique com alguém que não deixe existir zonas nebulosas para que não ocorra uma busca externa pelo que teria que estar presente. Que apresente soluções antes mesmo dos questionamentos aparecerem. Que te peça desculpas se erra e principalmente admita o seu erro.
Fique com alguém que te ajude nos problemas, mesmo os mais simples como trocar uma lâmpada,  levar o carro no mecânico, te ajudar com uma dúvida.
Fique com alguém que esteja presente, que não te troque por amigos ou noite em bares e que sinta prazer em sentar no sofá em pleno sábado para te acompanhar em um filme ao invés de sair com amigos para uma balada.
Fique com alguém que te admira pelo que é e não pelo que você faz.
Fique com alguém que tenha um trabalho diferente do seu, para que suas conversas sejam admiradas e não discutidas.
Fique com alguém que cozinhe pra você, que te faça massagens e que te acompanha na consulta médica. Alguém que se preocupa em deitar ao seu lado até a dor aliviar te fazendo carinhos até você relaxar e dormir.
Fique com alguém que te cobre atenção e carinho quando você estiver distante ou ausente, pois esses se recebem retribuem da melhor forma.
Fique com alguém que saiba que para ser feliz, tem que deixar o passado e os erros passarem, pois a sua história é  mais forte.
Fique com alguém que só tenha interesse no futuro e que queira esse futuro com você.
Fique com alguém que te faça rir. Que te mostre que a vida pode ser leve mesmo em momentos duros. Que seja o seu refúgio em dias caóticos. Que seja principalmente parceiro em ideias,  desejos e projetos, alguém que pensa e deseja evoluir ao seu lado.
Fique com alguém que quando te abraça, o resto do mundo não importa mais.
Fique com alguém que te admira como mulher, que prefere estar sempre junto a você.  Que te faça sentir a pessoa mais especial do universo. Que seja família e valorize o estar junto.
Fique com alguém que dê sentido à todos os clichês apaixonados que busque você para fazer amor, que te cobre o olho no olho, que queira te beijar, te sentir.
Fique com alguém que não guarde mágoa de nenhuma natureza.
Fique com alguém que lembre do dia do seu aniversário e mesmo sem condições te presenteia até com uma flor ou um café da manhã simples na cama.
Fique com alguém que respeite os seus anseios,  respeite a sua dieta, respeite seu crescimento.
Fique com alguém que mesmo irritado ou brigando depois de 10 minutos tudo se foi e nada que aconteceu vira mágoa.
Fique com alguém que já te perdoou um dia, por algum deslize qualquer, mas te deu mais um voto de confiança porque te ama e acredita na felicidade que podem ter.
Fique com alguém que se preocupa com os seus familiares, mesmo que diga que não,  mas quando for necessário ele está lá presente e fiel.
Fique com alguém que faça planos, mesmo sem divulgar ou formatar, mas que está contando com você para essa realização. Que veja um futuro ao seu lado. Que te carregue para onde for.
Fique com alguém que te dê liberdade e respeita o seu espaço sem cobranças absurdas. Alguém que saiba que seu trabalho é importante e lhe apoie na continuidade, mesmo que exija sacrifício e distância entre vocês.
Fique com alguém que apesar de saber que consegue viver sem você, escolhe e quer viver com você.
Fique com alguém que saiba te valorizar, alguém que goste de você pelo que você é e que não dê brechas para o mal entendido. Que faça o que fala e fale o que faça.
Fique com alguém que te admire. Que te impulsiona pra frente. Que te apoie quando ninguém mais acreditar em você. Que re incentive a crescer e te ajude a transformar sonhos em realidade. Alguém que conhece os seus segredos e não os divulga, alguém que mesmo depois de você trair lhe deu uma nova chance, porque sabe que tudo pode mudar para melhor.
Fique com alguém que acredite que você é capaz de tudo aquilo que queira.
Fique com alguém que você não precise convencer de que você vale a pena. Que não tenha dúvidas.
Fique com alguém que te olhe da cabeça aos pés e saiba, sem hesitar, que é você e só você.
Fique com alguém que te faça olhar para trás e agradecer por não ter dado certo com ninguém antes. Fique com alguém que faça não existir mais ninguém depois.

Texto extraído do livro “Quem devo amar”.

Autora: Marina Barbieri

image

Artigo: Grávida de 8 meses, modelo causa controvérsia ao exibir tanquinho definido

Artigo: Indiana cria “currículo honesto” para encontrar marido e faz sucesso na web

Artigo: Juiz flagrado com Porsche também perdeu dinheiro de Eike

Procon-RJ encontra vacinas vencidas em vistoria em clínicas do Rio

Ao todo, 16 clínicas das Zonas Norte, Sul e Oeste do Rio foram vistoriadas.

Treze foram autuadas por diversas irregularidades.

 Do G1 Rio
Procon-RJ vistoriou 16 clínicas de vacinação das Zonas Norte, Sul e Oeste do Rio (Foto: Divulgação/Procon RJ)Procon-RJ vistoriou 16 clínicas de vacinação das Zonas Norte, Sul e Oeste do Rio (Foto: Divulgação/Procon RJ)

 

O Procon Estadual iniciou nesta segunda-feira (2) a Operação Anticorpos, que tem o objetivo de fiscalizar clínicas de vacinação. Os fiscais vistoriaram 16 clínicas das Zonas Norte, Sul e Oeste do Rio. Dessas, 13 foram autuadas por diversas irregularidades, como licença sanitária e vacinas fora do prazo (veja o balanço final abaixo).

Em uma clínica na Barra da Tijuca, Zona Oeste, os fiscais encontraram duas vacinas vencidas. Em outra, no Shopping Downtown, também na Barra, havia quatro frascos de vacinas manipuladas, contendo cinco doses cada um, sem especificação do seu prazo de validade.

Treze clínicas de vacinação foram autuadas por diversas irregularidades (Foto: Divulgação/Procon RJ)
Treze clínicas de vacinação foram autuadas por
diversas irregularidades (Foto: Divulgação/
Procon RJ)

Em quatro clínicas autuadas, no calendário de vacinação exposto ao público não havia a informação de que as vacinas que nele constam são administradas gratuitamente nos postos de saúde públicos.

Outras duas clínicas não disponibilizavam o calendário de vacinação em local visível, como é determinado pela Portaria Conjunta n° 001/2000 da Agência Nacional de Vilância Sanitária (Anvisa) e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Foi dado pelos fiscais um prazo de 48 horas para que as oito clínicas autuadas pela ausência de licença sanitária apresentarem o documento ao Procon Estadual: Vaxx, de Pilares; as filiais da Kinder do Leblon, Shopping Downtown e da Tijuca; as filiais da Vaccini da Barra da Tijuca e do Méier; Neovacinas, de Botafogo; e Prophylaxis, da Tijuca. Caso isto não ocorra, elas serão interditadas.

Não foram encontradas irregularidades nas seguintes clínicas: as filiais da Vaccini, do Largo do Machado e de Botafogo; e Kinder, de Ipanema. O Procon Estadual também alerta aos consumidores para que verifiquem se as vacinas estão dentro do prazo de validade antes que sejam aplicadas.

Balanço da Operação Anticorpos
1 – Prevcenter (Av. Das Américas, 3255, sl 252 – Barra da Tijuca): Ausência do CDC para consulta. Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do cartaz do Disque 151. Duas vacinas pneumocócica 13 valente vencidas, uma em 07/13 e outra em 04/14, sendo que uma delas não continha líquido.

2 – Vaxx (Av. Dom Helder Câmara, 6548 – Pilares):Ausência do CDC para consulta. Ausência de cartaz do Disque 151. Ausência do Livro de Reclamações. Licença Sanitária vencida, prazo de 48h para apresentação sob pena de interdição.

3 – Kinder (Av. Ataulfo de Paiva, 135 – Leblon): Ausência de CDC para consulta. Ausência do Disque 151. Prazo de 48h para apresentar o alvará de licença sanitária. Não há informação no calendário de vacinação de que as vacinas nele constantes são administradas gratuitamente nos postos de saúde públicos.
4 – Prophylaxis (Botafogo): Ausência de CDC para consulta. Ausência de Livro de Reclamações. Ausência do cartaz do Disque 151.

5 – Vaccini (Av. Armando Lombardi 1000, blc 1, loja 107 – Barra da Tijuca): Ausência de CDC para consulta. Ausência do cartaz do Disque 151. O calendário de vacinação afixado não apresenta em destaque as vacinas que são administradas no serviço publico de saúde. Não foi apresentada a licença sanitária válida, prazo de 48 h para apresentação de licença sanitária adequada.

6 – Vaccini (Rua Dias da Cruz, 215 SS 101 – Méier): Ausência do Livro de Reclamações. Calendário de vacinação afixado não apresenta em destaque que as vacinas são administradas gratuitamente no serviço publico de saúde. Não foi apresentada licença sanitária valida, prazo de 48 h para apresentação sob pena de interdição.

7 – Neovacinas (Rua Real Grandeza, 139 – Botafogo): Ausência de preço das vacinas. Ausência do Livro de Reclamações. Não dispõe o calendário de vacinação em local visível. Licença vencida em 9/01/2015. Dado prazo de 48 h para apresentação sob de interdição.

8 – Kinder (Rua Conde de Bonfim, 255 lj 101 – Tijuca): Calendário de vacinação afixado não apresenta em destaque que as vacinas são administradas gratuitamente no serviço público de saúde. Não foi apresentada licença sanitária válida, prazo de 48 h para apresentação sob pena de Interdição.

9 – Kinder (Shopping Downtown): Apenas o protocolo de revalidação da autorização da vigilância sanitária. Prazo de 48h para apresentação da autorização sob pena de interdição. Havia quatro frascos de vacinas manipuladas, contendo cinco doses cada um, sem especificação de validade. Ausência do CDC para consulta.

10 – Vaccini (Rua Barata Ribeiro, 370 Copacabana): Duas reclamações registradas no Livro de Reclamações não enviadas dentro do prazo. Havia um extintor vencido em janeiro de 2015.

11 – Prophylaxis (Av. das Américas, 6700 – Barra da Tijuca): Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do cartaz do Disque 151.

12 – Prophylaxis (Praça Saens Pena, 45 sala 704 – Tijuca): Calendário de vacinação afixado não apresenta em destaque que as vacinas são administradas gratuitamente no serviço público de saúde. Não foi apresentada licença sanitária válida, prazo de 48 h para apresentação sob pena de Interdição. Ausência do cartaz do Disque151. Ausência do CDC para consulta. Ausência do Livro de Reclamações.

13 – Prevcenter (Rua Siqueira Campos, 93 – Copacabana): Ausência do CDC para consulta. Ausência do Livro de Reclamações.

Isso é muito sério e irresponsável.

Verifiquem sempre a data de validade ao receber a vacina.

Existem algumas clínicas especializadas que já tem o procedimento padrão de apresentar a caixa, mostrar o tipo de vacina, o nome da vacina, a data de validade e o lote e só abre na frente do cliente e este é um método utilizado pela clínica de vacinas especializada Vaccine Care.

Vaccine Care – Clínica Médica e de Vacinas – Unidade Barra da Tijuca

Avenida das Américas, 7.607, loja 228 – Shopping Novo Leblon – Barra da Tijuca

Rio de Janeiro – RJ

Tel.: (21) 3081-2757

Procon-RJ encontra vacinas vencidas em vistoria em clínicas do Rio

Ao todo, 16 clínicas das Zonas Norte, Sul e Oeste do Rio foram vistoriadas.

Treze foram autuadas por diversas irregularidades.

 Do G1 Rio
Procon-RJ vistoriou 16 clínicas de vacinação das Zonas Norte, Sul e Oeste do Rio (Foto: Divulgação/Procon RJ)Procon-RJ vistoriou 16 clínicas de vacinação das Zonas Norte, Sul e Oeste do Rio (Foto: Divulgação/Procon RJ)

O Procon Estadual iniciou nesta segunda-feira (2) a Operação Anticorpos, que tem o objetivo de fiscalizar clínicas de vacinação. Os fiscais vistoriaram 16 clínicas das Zonas Norte, Sul e Oeste do Rio. Dessas, 13 foram autuadas por diversas irregularidades, como licença sanitária e vacinas fora do prazo (veja o balanço final abaixo).

Em uma clínica na Barra da Tijuca, Zona Oeste, os fiscais encontraram duas vacinas vencidas. Em outra, no Shopping Downtown, também na Barra, havia quatro frascos de vacinas manipuladas, contendo cinco doses cada um, sem especificação do seu prazo de validade.

Treze clínicas de vacinação foram autuadas por diversas irregularidades (Foto: Divulgação/Procon RJ)
Treze clínicas de vacinação foram autuadas por
diversas irregularidades (Foto: Divulgação/
Procon RJ)

Em quatro clínicas autuadas, no calendário de vacinação exposto ao público não havia a informação de que as vacinas que nele constam são administradas gratuitamente nos postos de saúde públicos.

Outras duas clínicas não disponibilizavam o calendário de vacinação em local visível, como é determinado pela Portaria Conjunta n° 001/2000 da Agência Nacional de Vilância Sanitária (Anvisa) e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Foi dado pelos fiscais um prazo de 48 horas para que as oito clínicas autuadas pela ausência de licença sanitária apresentarem o documento ao Procon Estadual: Vaxx, de Pilares; as filiais da Kinder do Leblon, Shopping Downtown e da Tijuca; as filiais da Vaccini da Barra da Tijuca e do Méier; Neovacinas, de Botafogo; e Prophylaxis, da Tijuca. Caso isto não ocorra, elas serão interditadas.

Não foram encontradas irregularidades nas seguintes clínicas: as filiais da Vaccini, do Largo do Machado e de Botafogo; e Kinder, de Ipanema. O Procon Estadual também alerta aos consumidores para que verifiquem se as vacinas estão dentro do prazo de validade antes que sejam aplicadas.

Balanço da Operação Anticorpos
1 – Prevcenter (Av. Das Américas, 3255, sl 252 – Barra da Tijuca): Ausência do CDC para consulta. Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do cartaz do Disque 151. Duas vacinas pneumocócica 13 valente vencidas, uma em 07/13 e outra em 04/14, sendo que uma delas não continha líquido.

2 – Vaxx (Av. Dom Helder Câmara, 6548 – Pilares):Ausência do CDC para consulta. Ausência de cartaz do Disque 151. Ausência do Livro de Reclamações. Licença Sanitária vencida, prazo de 48h para apresentação sob pena de interdição.

3 – Kinder (Av. Ataulfo de Paiva, 135 – Leblon): Ausência de CDC para consulta. Ausência do Disque 151. Prazo de 48h para apresentar o alvará de licença sanitária. Não há informação no calendário de vacinação de que as vacinas nele constantes são administradas gratuitamente nos postos de saúde públicos.
4 – Prophylaxis (Botafogo): Ausência de CDC para consulta. Ausência de Livro de Reclamações. Ausência do cartaz do Disque 151.

5 – Vaccini (Av. Armando Lombardi 1000, blc 1, loja 107 – Barra da Tijuca): Ausência de CDC para consulta. Ausência do cartaz do Disque 151. O calendário de vacinação afixado não apresenta em destaque as vacinas que são administradas no serviço publico de saúde. Não foi apresentada a licença sanitária válida, prazo de 48 h para apresentação de licença sanitária adequada.

6 – Vaccini (Rua Dias da Cruz, 215 SS 101 – Méier): Ausência do Livro de Reclamações. Calendário de vacinação afixado não apresenta em destaque que as vacinas são administradas gratuitamente no serviço publico de saúde. Não foi apresentada licença sanitária valida, prazo de 48 h para apresentação sob pena de interdição.

7 – Neovacinas (Rua Real Grandeza, 139 – Botafogo): Ausência de preço das vacinas. Ausência do Livro de Reclamações. Não dispõe o calendário de vacinação em local visível. Licença vencida em 9/01/2015. Dado prazo de 48 h para apresentação sob de interdição.

8 – Kinder (Rua Conde de Bonfim, 255 lj 101 – Tijuca): Calendário de vacinação afixado não apresenta em destaque que as vacinas são administradas gratuitamente no serviço público de saúde. Não foi apresentada licença sanitária válida, prazo de 48 h para apresentação sob pena de Interdição.

9 – Kinder (Shopping Downtown): Apenas o protocolo de revalidação da autorização da vigilância sanitária. Prazo de 48h para apresentação da autorização sob pena de interdição. Havia quatro frascos de vacinas manipuladas, contendo cinco doses cada um, sem especificação de validade. Ausência do CDC para consulta.

10 – Vaccini (Rua Barata Ribeiro, 370 Copacabana): Duas reclamações registradas no Livro de Reclamações não enviadas dentro do prazo. Havia um extintor vencido em janeiro de 2015.

11 – Prophylaxis (Av. das Américas, 6700 – Barra da Tijuca): Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do cartaz do Disque 151.

12 – Prophylaxis (Praça Saens Pena, 45 sala 704 – Tijuca): Calendário de vacinação afixado não apresenta em destaque que as vacinas são administradas gratuitamente no serviço público de saúde. Não foi apresentada licença sanitária válida, prazo de 48 h para apresentação sob pena de Interdição. Ausência do cartaz do Disque151. Ausência do CDC para consulta. Ausência do Livro de Reclamações.

13 – Prevcenter (Rua Siqueira Campos, 93 – Copacabana): Ausência do CDC para consulta. Ausência do Livro de Reclamações.

Isso é muito sério e irresponsável.

Verifiquem sempre a data de validade ao receber a vacina.

Existem algumas clínicas especializadas que já tem o procedimento padrão de apresentar a caixa, mostrar o tipo de vacina, o nome da vacina, a data de validade e o lote e só abre na frente do cliente e este é um método utilizado pela clínica de vacinas especializada Vaccine Care.