Álcool e medicação, uma mistura perigosa


21 de junho de 2011 | <!–: Assessoria–>

Tomar remédio e ingerir álcool pode prejudicar a saúde ou apenas corta o efeito esperado? Essa é uma dúvida que acompanha muitas pessoas que tomam remédio regularmente, mas que não abrem mão de um drink, uma taça de vinho, ou uma cervejinha no fim de semana. Afinal, quais são os efeitos que o consumo conjunto dessas substâncias pode causar?

Segundo Patrícia Moriel, docente responsável do Grupo de Farmácia Clínica da Unicamp, o álcool pode interagir com a maior parte das classes dos medicamentos, portanto, na dúvida, é melhor evitar o consumo de bebidas alcoólicas concomitantemente ao uso de remédios.

“Se o consumo do álcool apenas cortasse o efeito, seria a reação ‘menos grave’. O grande problema é quando o etanol potencializa o efeito do tóxico. Em alguns casos, o efeito potencializador é tão forte que pode levar ao óbito”, explica Patrícia.

Alguns estudos demonstraram que a ingestão de álcool de maneira moderada pode levar a um aumento de 24% no risco de reações adversas aos medicamentos. A interação entre as substâncias está relacionada à quantidade e à freqüência da utilização do álcool. Quanto maior o consumo, maior as chances de haver efeitos colaterais.

“Uma das reações mais conhecidas é caracterizada por dores de cabeça, náuseas, vômito, taquicardia e vermelhidão. Alguns ainda aumentam o efeito de sedação, geram prejuízo na coordenação motora – que pode resultar em quedas – e de memória, entre outros”, esclarece Patrícia.

Para pessoas que fazem uso de medicação, mas também consomem bebida alcoólica, é interessante que ingiram as substâncias com maior tempo de distância possível entre si, pois quanto mais próxima, mais chances de haver a interação e as reações adversas.

Veja na tabela as reações de alguns medicamentos combinados com o álcool:

Grupo farmacológico Exemplos de medicamentos neste grupo Característica da reação
Analgésico
paracetamol Toxicidade hepática por indução da enzima CYP2E1. 

OBS: porém estudos tem demonstrado que este medicamento em doses terapêuticas
usadas por pacientes que usam cronicamente álcool não estão sendo associadas com
o maior risco de dano hepático.

AAS Aumentam absorção do álcool no intestino – aumentando sua concentração no
sangue
Anticonvulsivantes fenobarbital, clonazepam, diazepam Aprofundam a depressão do sistema nervoso central
Antipsicóticos haloperidol, flufenazina, clorpromazina Aprofundam a depressão do sistema nervoso central
Antidepressivos e outros psicotrópicos) fluoxetina, amitriptilina, sertralina Aprofundam a depressão do sistema nervoso central
Anestésicos gerais; Anestésicos opioides tramadol Aprofundam a depressão do sistema nervoso central
Anti-histaminicos H1 loratadina, difenidramina, prometazina, hidroxizina,Benzidramina Sedação aumentada e desempenho motor alterado
Antimicrobianos metronidazol; trimetoprim-sulfametoxazol; tinidazole; griseofulgin,
cloranfenicol; nitrofurantoina, cefamandol; cefoperazona; cefotetano
Reações do tipo dissulfiram
eritromicina Aumentam absorção do álcool no intestino – aumentando sua concentração no
sangue
Antiemético metoclopramida Aumentam absorção do álcool no intestino – aumentando sua concentração no
sangue
Anti inflamatório não esteroidal AAS; ibuprofeno Aumenta o risco de sangramento gástrico
Antianginosos Dinitrato de isossorbida, nitroglicerina Reações do tipo dissulfiram
Hipoglicemiantes Insulina Podem causar Hipo ou hiperglicemia, mas se observa mais frequentemente
hipoglicemia em pessoas com uso crônico ou com grandes quantidades de ingestão
de alcool
glibenclamida; clorpropamida; tolbutamida Reações do tipo dissulfiram; hipoglicemia
Anticoagulantes warfarina Maior risco dos efeitos tóxicos podendo causar hemorragias
Opióides, anticolinérgicos e simpatomiméticos codeína, morfina ; atropina; metildopa Diminuem a velocidade do esvaziamento gástrico – menor absorção do álcool
pelo intestino

 

ESPECIAL – DIRETO DA REDAÇÃO HELPLINK

About these ads

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 8.019 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: